domingo, 10 de março de 2013

GOVERNO DA NORUEGA REAGE AO ISLÃ / NORVEGIA REAGISCE

EDITORIAL:
Gostaria de parabenizar o governo norueguês por essa atitude. Há anos vemos que as nações muçulmanos não respeitam o direito de liberdade religiosa em suas fronteiras, seus métodos arcaicos de religiosidade, sua intolerância ao cristianismo tem que acabar, estamos cansados de ver nossos irmãos sendo assassinados e degolados nas chamadas terras de Alá por grupos radicais islâmicos, apesar de que pessoalmente acho que Alá não tem nada a ver com isso, pois Alá é Deus clemente e misericordioso.
 
Acredito que a medida de austeridade adotada pelo governo norueguês deva ser seguida por todos os países ocidentais e que haja restrição da liberdade do Islã em terras ocidentais até que eles provem ao mundo que não são um povo bárbaro e que mantenham os seus radicais sob controle.
Vejam as fotos do que estão fazendo com os nossos irmãos nos países muçulmanos, neste caso especifico na Nigéria, sem contar que não se pode entrar nem com uma biblia na Arábia Saudita e nos países do Islã.
 
 
 
 
 


VAMOS AO TEXTO DO GOVERNO NORUEGUES:
Basta de viver se rebaixando aos assassinos de mulheres que se dizem islâmicos, mas têm por Deus apenas interesses econômicos e não praticam a solidariedade estipulada no Corão!
 
Basta di ribassarsi agli assassini di donne che si dicono mussulmani ma hanno per Dio soltanto gli interessi economici e non mettono in pratica i principi di caritá stabiliti nel Corano.
 
Basta de justificar ditaduras assassinas considerando "primitivos" povos que constroem arranha-céus de 1 km de "altitude"!
 
Basta di giustificare dittature assassine chiamando di "primitivi" popoli che costruiscono grattacieli di 1 Km di "altitudine".
 
Basta de justificar as atrocidades cometidas contra o próprio povo por um bando de ladrões que detém o poder e leva vida dissoluta no exterior!
 
Basta di giustificare le attrocitá comesse contro il popolo da un branco di ladri che governa in nome del loro conto bancario in estero. 
 
Se a França quer se humilhar e se tornar colônia marroquina, danem-se os franceses "liberais".
 
Se la Francia vuole diventare colonia marrochina, i francesi che mettano in culo le loro idee dette "liberali"!

SE NÃO HÁ IGREJAS NA ARÁBIA SAUDITA NÃO HAVERÁ MESQUITAS NA EUROPA
Se non ci sono chiese in Arabia Saidita, che non ci siano moschee in Europa!

A Noruega proibiu a Arábia Saudita de financiar mesquitas, enquanto não permitirem a construção de igrejas no seu país.
 
O governo da Noruega acabou de dar um passo importante na hora de defender a liberdade da Europa, frente ao TOTALITARISMO ISLÂMICO.
 
Jonas Gahr Stor, ministro dos Negócios Estrangeiros, decretou que não seriam aceites os donativos milionários da Arábia Saudita, assim como de empresários muçulmanos para financiar a construção de mesquitas na Noruega.
Segundo o referido ministro, as comunidades religiosas têm direito a receber ajuda financeira, mas o governo Norueguês, excepcionalmente e por razões óbvias, não aceitarão o financiamento islâmico de milhões de Euros.
 
Jonas Gahr Stor argumenta que:
“seria um paradoxo e anti-natural aceitar essas fontes de financiamento de um país onde não existe liberdade religiosa”.
 
O ministro também afirma que“a aceitação desse dinheiro seria um contra-senso”, recordando a proibição que existe nesse país árabe para a construção de igrejas de outras religiões.
 
Jonas Gahr Stor também anunciou que a “Noruega levará este assunto ao Conselho da Europa” , donde defenderá esta decisão baseada na mais estrita reciprocidade com a Arábia Saudita.
CLARO QUE ESTA NOTÍCIA QUASE QUE PASSOU DESPERCEBIDA EM PORTUGAL, DONDE POR MEDO DE REPRESÁLIAS, OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO... PREFEREM CALAR-SE !
Rocky Gadelha

Nenhum comentário:

Postar um comentário