sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

METEORITO ATINGE REGIÃO CENTRAL DA RUSSIA E DEIXA EM TORNO DE 1000 FERIDOS

DE ACORDO COM O SITE www.apolo11.com ESSE AÍ SÓ TINHA 1 METRO DE DIÂMETRO. De acordo com o mesmo site o que vai passar hoje às 17h00min em vôo rasante abaixo dos nossos satélites de comunicação pesa 130 mil toneladas e eles ''GARANTEM'' que a força gravitacional da Terra não puxará essa coisa para baixo, lembrando que se isso acontecer o impacto poderá destruir uma cidade maior do que Londres, o impacto corresponderia a 130 bombas atômicas. Que Deus nos livre!
Alarmes de carros soaram e janelas quebraram com a passagem do meteorito que lançou bolas de fogo em Chelyabinsk
Reuters | 15/02/2013 07h52min: 18
Cerca de 400 pessoas ficaram feridas em consequência de um meteorito que atravessou o céu sobre a Rússia nesta sexta-feira, lançando bolas de fogo na direção da Terra, quebrando janelas e acionando alarmes de carros.
Moradores que estavam a caminho do trabalho em Chelyabinsk ouviram um barulho que parecia ser de uma explosão, viram uma luz forte e sentiram uma onda de tremor, de acordo com um correspondente da Reuters na cidade industrial, que fica a 1.500 quilômetros de Moscou.
Meteorito passa próximo à estrada na região de Kostanai
''Olha os estragos, ainda bem que esse aí era pequenino"
''As fotos são do Portal Terra''
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O meteorito atravessou o horizonte, deixando um longo rastro branco em seu caminho que podia ser visto a até 200 quilômetros de distância, em Yekaterinburgo. Alarmes de carros soaram, janelas quebraram e telefones celulares tiveram o funcionamento afetado pelo incidente.
Autoridades municipais de Chelyabinsk disseram que cerca de 400 pessoas procuraram ajuda médica, a maioria por pequenos ferimentos causados por estilhaços de vidro.
"Eu estava dirigindo para o trabalho, estava bem escuro, mas de repente veio um clarão como se fosse dia", disse Viktor Prokofiev, de 36 anos, morador de Yekaterinburgo, nos Montes Urais. "Senti-me como se estivesse ficado cego pela luz", acrescentou.

Não foram relatadas mortes em consequência do meteorito, mas o presidente Vladimir Putin, que nesta sexta-feira recebe ministros da Fazenda dos países do G20, e o primeiro-ministro Dmitry Medvedev foram notificados sobre os acontecimentos.
Uma autoridade ministerial local disse que a chuva de meteoros pode ter ligação com um asteroide do tamanho de uma piscina olímpica que vai passar a uma distância de 27.520 quilômetros da Terra, mas isso não pôde ser confirmado.
Incidentes do tipo são raros. Acredita-se que um meteorito tenha devastado uma área de mais de 2.000 quilômetros quadrados na Sibéria em 1908.
O Ministério de Emergência da Rússia descreveu o acontecimento desta sexta como uma "chuva de meteoro na forma de bolas de fogo", e pediu aos moradores para manter a calma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário