quarta-feira, 12 de setembro de 2012

CAMPANHA BUNKER NO BRASIL SUGERE PREPARAR-NOS PARA ANARQUIA GLOBAL GENERALIZADA

SERIA APENAS MAIS UMA MERA CAMPANHA COMERCIAL? (ou algo mais?)
Desligue o player da radio do blog e assista ao video

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

HOLOCAUSTO PALESTINO


The Palestinian holocaust: brought to you by complicit psychopathic thug US and Canadian politicians and Tax system. (O holocausto palestino: trazido a você por cúmplices bandido psicopata dos EUA e políticos canadenses e seu sistema fiscal). Stop paying your taxes. (Pare de pagar seus impostos).
Estes são alguns exemplos das imagens da força desproporcional usada pelos soldados de Israel contra o povo palestino.

O que me assusta é que Israel foi vitima do holocausto nazista e hoje está fazendo a mesma coisa com o povo palestino.

Pela primeira vez em minha vida estou revendo minha posição de apoio a Israel.

Violência gera violência, não será por tudo isto que estamos vendo é que o povo palestino também lançou mão da violência?
Seja como for acredito sinceramente que lá do céu, Deus, ou como queiram, Alá, HaShem, Yavé, Jeová, Yeshua, Yaohushua ou Yaohu não esta gostando nada disso.

Mas nem todo o povo de Israel é favorável a estas atrocidades, vejam exemplos em Israel e no mundo:

De tudo isto que vimos, só nos resta uma certeza: “HaSatan está no comando do governo de Israel’’
IMAGENS DO HOLOCAUSTO PALESTINO EM CURSO EM ISRAEL:


As imagens abaixo fazem comparação entre o que fêz o exército de Hitler aos judeus e o que faz o Exército de Israel aos Palestinos:







































Daqui para baixo é pura atualidade, crueldade pura do exército de Israel contra o povo Palestino:




































 
Um leitor tentou postar um comentário para a matéria, mas devido ao excesso de caracteres ele me pediu para postar aqui o seu comentário:
Prezado Jorge:
Tentei fazer este comentário pelo blog, mas não consegui.... Venho acompanhando seu blog por alguns anos, e logo imaginei que você fosse um admirador (por motivos espirituais, creio eu) de Israel, devido aos links dispostos na página. Então, quero parabenizá-lo pela última matéria do blog, “Holocausto Palestino”, onde você conta que está revendo sua posição de apoio a Israel.

 Como um navegante muito curioso neste vasto oceano – em constante crescimento – da Internet, tenho aportado em inúmeros sites e blogs com bases religiosas/polititicas/filosóficas mais ou menos explicitas e, confesso que sempre me incomoda ver um site, especialmente religioso, apoiando Israel e a visão simplista EUA/Israel: Israel é a “terra prometida” do “povo escolhido por Deus” X palestinos/iranianos/muçulmanos são todos terroristas que querem destruir Israel, até prova em contrário.

É triste, mas são muitos os sites religiosos que fazem uma maior ou menor propaganda de Israel, da “Terra Santa”; inclusive promovendo viagens de turismo religioso para lá, como se o Holocausto Palestino não existisse; todas igrejas e seitas cristãs, que têm em Jesus seus alicerces mais antigos, este mesmo Jesus que pregou e foi um exemplo extremado de solidariedade, irmandade, tolerância, perdão, compreensão, humildade e PAZ... E o que vemos de parte do Israel moderno (com poucas exceções...)? Extremos de intolerância, arrogância, incompreensão, vingança, ódio, violência, desejo de fazer “guerras preventivas”, etc... Como você bem disse, Israel está praticando hoje, com os palestinos, horrores semelhantes aos que lhes foram infligidos pelos nazistas no passado. Mas claro, o judaísmo tradicional é aferrado ao Velho Testamento, onde o “Deus de Israel” é o “Senhor da Guerra”, o “Senhor dos Exércitos” e tantos outros títulos ameaçadores; além de esperar a vinda do “Messias” capitaneando Seu exército divino para exterminar todos os inimigos de Israel. Então, eles fazem de conta que suas barbaridades se justificam...
Caso queira se aprofundar mais no assunto da violência na região, sugiro a leitura do livro “A Grande Guerra Pela Civilização: A Conquista do Oriente Médio” (Editora Planeta) do jornalista britânico Robert Fisk, que viveu muitos anos na zona de guerra e escreveu um calhamaço maior que a Bíblia contando os detalhes mais sórdidos e monstruosos do que não nos é mostrado pela mídia “tradicionalista” ocidental... Depois de ler este livro, é fácil sentir vergonha de sermos humanos...
Sugiro também um tópico para pesquisa: um dos motivos menos divulgados para esta contínua luta de Israel contra os palestinos, o flagrante desinteresse do país em firmar a paz, se deve ao fato da guerra ser muito conveniente para a indústria armamentista de Israel, sua maior fonte de divisas. A tecnologia bélica israelense é uma das mais avançadas do mundo, com a criação e o aperfeiçoamento constante de novos armamentos, que são convenientemente testados contra os palestinos indefesos antes de serem produzidos em escala maior... E, na esteira desta pesquisa, você pode descobrir na Internet uma denúncia do cúmulo da hipocrisia de Israel: estas mesmas armas que são primeiramente “testadas” contra palestinos, árabes e muçulmanos em geral, são depois exportadas para estes mesmos países “inimigos” via triangulação internacional (os israelenses não poderiam vender descaradamente as armas a estes países, então subsidiárias estrangeiras as produzem...). Exemplo: existe um negócio em andamento para a produção de um novo fuzil israelense pela Taurus/Rossi, no Rio Grande do Sul, para posterior exportação aos pises “inimigos”.
Nenhuma violência, em maior ou menor grau é justificável, especialmente as guerras. Já se passaram mais de dois mil anos desde que Jesus trouxe-nos a Verdade, inúmeras guerras se seguiram – sendo duas em escala mundial – e a humanidade parece que não aprendeu nada com tanto sofrimento. Seria de se esperar que o “Povo de Israel”, um dos mais perseguidos da história, a esta altura tivesse se tornado num “Arauto da Paz” internacional, um exemplo para todo mundo, especialmente depois do genocídio nazista. Mas, o que vemos é exatamente o contrário... Infelizmente!
Parabéns pelo blog,
Moisés Braun