quarta-feira, 21 de março de 2012

LÍDER ISLÂMICO PEDE DESTRUIÇÃO DE TODAS AS IGREJAS CRISTÃS DA SUA REGIÃO

Sheik Abdul Aziz Bin Abdullah
Arábia Saudita: Líder islâmico pede destruição de todas as igrejas cristãs da região Publicado por Valder Damasceno em 20 de março de 2012.

Uma declaração feita recentemente por um líder islâmico tem causado grande apreensão às igrejas localizadas nos países árabes. 

O sheikh Abdul Aziz Bin Abdullah declarou à imprensa árabe que “é necessário destruir todas as igrejas da região”, o líder religioso é o Grande Mufti da Arábia Saudita, o que representa um dos graus máximos da hierarquia do islã. É do Mufti a responsabilidade de interpretar a Sharia, a lei islâmica. 

O sheikh deu a declaração quando questionado sobre o posicionamento do parlamento do Kuwait, que afirmou que nenhuma igreja deveria ser construída no país, entretanto o Grande Mufti exortou que “o Kuwait é parte da Península Arábica e, por isso, é necessário destruir todas as igrejas do país”. 

Seu posicionamento foi embasado no Haith, que é o conjunto de leis e histórias sobre a vida do profeta Maomé, segundo o qual teria dito antes de sua morte que “não pode haver duas religiões na Península Arábica”, logo, o Islã é a única religião que pode ser praticada na região. 

A declaração de Abdul Aziz Bin Abdullah não se trata de uma mera opinião, mas de um líder com grande influência sobre todo o povo islâmico, ele é presidente do Conselho Supremo dos Ulemas, que congrega os estudiosos islâmicos, o sheikh ainda compõe o Comitê Permanente para a Investigação Científica e emissão de fatwas, como presidente, o grupo é responsável pela interpretação da lei islâmica. 

O fato mais preocupante é que líderes como sheikh Abdullah são irrepreensíveis em seu país, tanto pelo povo, pelas instituições e pela imprensa. 

De acordo com Raymond Ibrahim, membro associado do Fórum do Oriente Médio e um dos informantes do caso, “a omissão dos principais meios de comunicação, universidades e da maioria dos políticos ocidentais sobre o que a Igreja Cristã tem enfrentado nos países de maioria muçulmana, demonstra o quão voltado o ocidente está para os seus próprios interesses”, desabafa. Fonte: Gospel+

terça-feira, 20 de março de 2012

FORTE TERREMOTO ATINGE O MÉXICO


*Com AP, BBC e EFE
Sismo com 7,4 graus teve epicentro a 20 km de profundidade e assustou moradores da Cidade do México

iG São Paulo | 20/03/2012 15:34 - Atualizada às 18:22
 Cinegrafista mostra imagens do terremoto no México
'Cadeiras e chão se moviam como no mar'
Um terremoto forte e longo de 7,4 graus na Escala Richter com epicentro no Estado de Guerrero, seguido por um abalo secundário no centro-sul do México, tremeu por ao menos um minuto prédios na Cidade do México e fez com que trabalhadores e residentes saíssem assustados para as ruas. Uma ponte de pedestres caiu sobre um ônibus, gesso despencou de tetos e janelas quebraram no centro da capital mexicana. Ao menos um prédio na capital ficou a ponto de desmoronar.

Mais de 60 casas ficaram danificadas perto do epicentro a 20 km de profundidade e a 25 km a sudoeste da cidade de Ometepec (município de 50 mil habitantes), no sul do Estado de Guerrero, mas não há informações de mortes ou feridos graves.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (na sigla em inglês, USGS), que inicialmente marcou a intensidade em 7,9 graus, posteriormente a baixou para 7,6 e 7,4. O terremoto inicial foi seguido por um mais fraco, de magnitude de 5,1 graus, que foi sentido na capital.

Trabalhadores e moradores assustados lotaram as ruas da capital minutos depois do meio-dia local (15h em Brasília). "Tenho problemas de pressão, senti que ia desmaiar", disse Rosa Maria Lopez Velazquez, 62, do lado de fora do prédio da prefeitura.

O abalo sísmico foi sentido com força no sul do Estado de Guerrero e perto de Acapulco, na costa do Oceano Pacífico. O Estado vizinho de Oaxaca também foi atingido com força, sendo palco de dois abalos secundários. "Foi muito forte, mas não vimos nada cair", disse Irma Ortiz, que gerencia um albergue em Oaxaca. Malia, a filha mais velha do presidente dos EUA, Barack Obama, passa férias com um grupo escolar em Oaxaca e está bem.

Em sua conta no Twitter, o prefeito da Cidade do México, Marcelo Ebrard, disse que o sistema de água e outros "serviços estratégicos" não foram afetados pelo tremor. Apesar disso, o serviço de telefonia caiu na cidade e em toda a região onde o terremoto foi sentido.

Grupos de mulheres se abraçaram e choraram perto do Monumento pela Independência na Cidade do México, onde centenas de pessoas que foram retiradas dos prédios disseram nunca ter sentido um terremoto tão forte. O aeroporto da capital foi fechado brevemente, mas não há danos nas pistas, e as operações seguem normalmente.

Samantha Rodriguez, uma consultora ambiental de 37 anos, teve de sair do 11º andar do prédio de escritórios Angel Tower. "Achei que fosse passar logo, mas as paredes começaram a tremer e decidimos descer", disse.

Moradores e trabalhadores dos arredores da Praça Angel de la Independencia, na Cidade do México - Foto: AP17/1

Em Oaxaca, Sylvia Valencia dava aula de espanhol para cinco estudantes adultos na escola de idiomas Vinigulaza quando aconteceu o terremoto. "Alguns de nós se sentaram, outros correram", relatou. "Foi difícil. O tremor foi forte e longo."

Em Chilpancingo, capital do Estado de Guerrero, o terremoto foi sentido com forte intensidade, mas a Defesa Civil do México informou que ainda não há relatos de "danos graves". A chefe da Defesa Civil mexicana, Laura Gurza, disse que os Estados afetados pelo tremor foram Guerrero, local do epicentro, Oaxaca, Puebla, Tabasco e Distrito Federal, onde fica a capital do país.

"Não temos danos graves a relatar. No entanto, pela magnitude do tremor, há a possibilidade de danos em imóveis frágeis, construídos de pau a pique principalmente, sem grandes estruturas", disse.

Em dezembro, o Estado de Guerrero foi epicentro de um terremoto de 6,5 graus na escala Richter, incidente responsável por três mortes. O México se encontra em uma das maiores zonas sísmicas do mundo, onde interagem placas tectônicas como as do Pacífico, Cocos, América do Norte, Caribe e Rivera.

*Com AP, BBC e EFE

VAZAMENTO DE PETRÓLEO NA BACIA DE CAMPOS PARECE QUE É INCONTROLÁVEL

Um promotor brasileiro pretende alegar nesta semana que a Chevron e a Transocean não deveriam ter perfurado o poço de águas profundas que vazou em novembro, segundo mostraram documentos legais, indicando esperadas acusações criminais que poderiam desacelerar a corrida para desenvolver a vasta riqueza petrolífera offshore do Brasil. 

O procurador Eduardo Santos Oliveira, do Ministério Público Federal em Campos dos Goytacazes (RJ), afirmou hoje à agência Reuters que a Chevron não tem como parar o vazamento, resultado de uma rachadura em um reservatório, ocorrida enquanto a empresa tentava "indevidamente atingir a camada pré-sal", As alegações fazem parte dos relatórios da polícia e dos procuradores usados para montar acusações criminais contra a petroleira Chevron, a Transocean e 17 de seus executivos e funcionários. Oliveira afirmou, em entrevista à Agência Estado, não descarta pedir a prisão preventiva dos funcionários da Chevron. 

Os documentos deram a visão mais detalhada até agora sobre as possíveis causas do vazamento de petróleo na costa do Brasil. Eles também descrevem por que os promotores estão buscando acusações criminais por aquilo que observadores da indústria notaram ser um vazamento relativamente pequeno, em um poço que foi aprovado por reguladores brasileiros para perfuração. 

O procurador em Campos acusa a Chevron de "ter botado uma pressão maior que a suportada e ter cavado além do que foi autorizado". "Eles assumiram um risco premeditado", afirmou. "O vazamento não é mais no poço, é na rocha reservatória, e não tem como ser controlado. 

Não se sabe a capacidade. É uma cratera no solo marinho". "Estamos em território desconhecido", disse Cleveland Jones, geólogo especialista em petróleo da Universidade Estadual do Rio de Janeiro. "Queremos melhores condições ambientais? Sim. Será que o ambiente é realmente afetado? Não. Se você aplicou o mesmo padrão para toda a indústria, você provavelmente terá que desligá-lo e nós não estamos aplicando os mesmos padrões para os outros." 

Autoridades no sábado ordenaram que o presidente da Chevron no Brasil, George Buck, e outros 16, entreguem seus passaportes e permaneçam no país. Denúncias criminais podem ser feitas na quarta-feira, disse um porta-voz da promotoria. Um juiz brasileiro determinará se haverá prosseguimento do caso. 

O caso criminal pendente, junto com um processo ambiental de pedido de indenização recorde, de 20 bilhões de reais, que o promotor lançou contra a Chevron, mostram uma maior preocupação sobre a segurança na exploração do petróleo offshore do Brasil, na esteira do desastre de derramamento de petróleo de 2010 da BP, no Golfo do México. 

O vazamento da Chevron foi inferior a 0,1 por cento do derramamento maciço da BP, e o petróleo não chegou à costa, aumentando a preocupação da Chevron e outros de que as acusações podem ser injustas ou ter motivos políticos. 
Derramamentos muito maiores e mais prejudiciais da Petrobras, que detém 30 por cento do campo de Frade, operado pela Chevron, onde o vazamento aconteceu, não levaram a acusações criminais contra a Petrobras ou seus executivos. Fonte: IG

segunda-feira, 5 de março de 2012

ERUPÇÃO SOLAR ENVIA PARTÍCULAS PARA A TERRA

Expectativa é que a onda de plasma e partículas solares alcancem planeta em dois dias
 Foto: AP Photo/NASA
Imagem cedida pela Nasa mostra a erupção solar ocorrida em janeiro

Uma forte erupção na superfície do Sol, somada com a temporada de tempestades, enviou ondas de plasma e partículas que alcançarão a Terra, conforme informou nesta segunda-feira o Centro de Prognósticos Climatológicos Espaciais (SWPC).

O SWPC, operado pelo Serviço Meteorológico Nacional dos Estados Unidos, indicou que o clarão foi de classe X1.1, o que significa que se trata de uma das mais poderosas das erupções solares. O fenômeno aconteceu às 1h13 desta segunda-feira.

A expectativa é de que a onda de plasma e partículas solares alcance a Terra em dois ou três dias.

As erupções solares interferem no campo magnético da Terra e as ondas, que obrigaram a mudar a rota de alguns aviões comerciais que sobrevoavam os pólos, continuarão se intensificando, segundo os especialistas.

O Sol passa por ciclos regulares de atividade, que a cada 11 anos aproximadamente se intensificam e provocam tempestades que às vezes deformam e inclusive atravessam o campo magnético da Terra.

Os especialistas indicaram que a atual temporada de tempestades é a mais intensa registrada desde setembro de 2005 e que estas provocam efeitos especiais únicos como as auroras boreais, além de interferir nas comunicações.

Além disso, as redes de transmissão de eletricidade, as comunicações via rádio e os sistemas de satélites são afetados, mas a Nasa afirmou que os astronautas da Estação Espacial Internacional (ISS) não correm perigo.

Em janeiro, os cientistas detectaram duas erupções no período de quatro dias seguidos por ondas com bilhões de toneladas de plasma viajando a cerca de 8 milhões de km/h.

A onda causada pelo segundo dos dois clarões alcançou a Terra cerca de 34 horas depois da erupção, em vez dos dois ou mais dias que habitualmente esse deslocamento demora.

sábado, 3 de março de 2012

BÍBLIA DE 1500 ANOS É ENCONTRADA NA TURQUIA


Exemplar da Bíblia com aproximadamente 1500 anos foi encontrado na Turquia e esta atualmente de posse de um museu local. As autoridades vão restaurar e analisar para poder expor ao público com mais informações.


Tem 1500 anos e é uma das mais antigas bíblias do mundo. A descoberta foi feita na Turquia depois de a polícia ter desmantelado uma rede de venda ilegal de antiguidades em 2000.


Desde então a bíblia, escrita em folhas de couro e que de acordo com os peritos é inteiramente original, foi mantida durante vários anos num cofre-forte de Ancara até ter sido entregue ao Museu Etnográfico de Ancara. A instituição deverá agora restaurá-la para em seguida ser exposta ao público.
O documento, que está avaliado em perto de 20 milhões de euros, é inteiramente escrito em siríaco um dialeto do aramaico, língua que terá sido falada por Jesus Cristo.


São muitas as vozes que afirmam que esta versão da bíblia é o controverso Evangelho de Barnabé, que contradiz o Novo Testamento e aproxima-se da visão de Jesus da religião islâmica.
O Vaticano já pediu às autoridades turcas para analisar o documento.
  
S1 Notícias
Com informações do inforgospel e Euro News