domingo, 27 de novembro de 2011

COLPSO DA ITÁLIA SERÁ O FIM DO EURO, DIZEM MERKEL E SARKOZY


Sarkozy e Merkel disseram ontem ao primeiro-ministro italiano que “o colapso” de Itália levará ao fim do euro. 

O Presidente francês, Nicolas Sarkozy, e a chanceler alemã, Angela Merkel, reafirmaram “o seu apoio à Itália afirmando-se conscientes que o colapso de Itália levará inevitavelmente ao fim do euro e a uma interrupção do processo de integração europeia com consequências imprevisíveis”, de acordo com um comunicado do governo italiano publicado após um conselho de ministros.
Durante a mini-cimeira que reuniu na quinta-feira os três dirigentes em Estrasburgo (França), Merkel e Sarkozy manifestaram a sua confiança em Monti e no empenho de Itália “no esforço comum destinado a encontrar soluções para a grave crise financeira e económica da zona euro”, acrescentou o governo italiano.
Monti confirmou o objectivo de Itália de atingir o equilíbrio orçamental em 2013 e assegurou que Roma vai aprovar rapidamente medidas destinadas a relançar o crescimento.
As taxas de juro para a Itália continuaram hoje a atingir recordes, um dia depois da reunião de Monti com Merkel e Sarkozy.

Nenhum comentário:

Postar um comentário