sábado, 31 de julho de 2010

LULA, EL LOCO! FAZENDO GRACINHAS COM O DINHEIRO DO POVO BRASILEIRO

Na semana passada, a revista britânica "The Economist" publicou reportagem afirmando que o Brasil já se tornou um dos maiores doadores internacionais para áreas de risco ou financiamento de projetos.
A reportagem indica que o orçamento oficial da Agência Brasileira de Cooperação (ABC) é de R$ 52 milhões, mas um levantamento feito pelo Instituto de Desenvolvimento Internacional do Reino Unido e o Centro de Pesquisa em Desenvolvimento Internacional do Canadá mostra que no total uma série de agências do governo brasileiro gastam ao menos 15 vezes mais do que isso em seus próprios programas de assistência.

A revista britânica apontou que Brasília contribui com cerca de R$ 35 a R$ 44 milhões por ano com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), mas de acordo com o chefe do programa da ONU no país o valor real seria de R$ 177 milhões.

Outras iniciativas brasileiras incluem: R$ 531 milhões ao Programa Mundial de Alimentos da ONU, R$ 619 milhões à reconstrução do Haiti; pequenas ações em Gaza, e cerca de R$ 5,8 bilhões em empréstimos comerciais que empresas brasileiras privadas concederam a países pobres desde 2008 por meio do BNDES.

Somando-se todas as frentes, o montante de ajuda internacional que o Brasil fornece a outros países chega a cerca de R$ 7 bilhões por ano  menos do que a China, mas similar ao que tradicionais "generosos" doadores como o Canadá e a Suécia concedem a outras nações. E ao contrário dos ocidentais, o montante brasileiro triplicou desde 2008.

Está na Folha de Londrina edição do dia 30 de julho de 2010: ''Brasil doa US$ 25 milhões de dólares à Palestina'', extraidas do bolso do povo brasileiro é claro.

Está na Folha de Londrina edição do dia 31 de Julho de 2010: ''O Ministério das Relações Exteriores está fazendo bobagens.  Agora vai doar 500 mil dólares a refugiados colombianos no Equador. Na verdade narcoterroristas das FARC abrigados em território equatoriano''.

E enquanto isto a agricultura brasileira está falida, a inflação voltou e o presidente do Banco Central do Brasil já admite inflação acima da meta. Também pudera, com tanta generosidade do Presidente Lula, o Brasil só poderia mesmo afundar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário