segunda-feira, 12 de julho de 2010

GOLFO DO MÉXICO: PETROLIFERA TENTA TAMPAR POÇO

Petrolífera tenta tampar poço
Manobra inicial com robôs aumentou temporariamente o vazamento de óleoA British Petroleum (BP) ontem estava “satisfeita com os progressos” no segundo dia do seu novo esforço para conter o óleo que está vazando de um poço danificado no Golfo do México, disse o vice-presidente da BP, Kent Wells. A BP trabalha para instalar uma nova tampa sobre o poço. Estima-se que o vazamento esteja despejando 60 mil barris de petróleo por dia ao mar desde 20 de abril.

No sábado, robôs que atuam em áreas submersas realizaram a delicada tarefa de remover a vedação usada anteriormente no poço, o que aumentará temporariamente o vazamento de óleo. Ontem, a BP instalou uma peça de transição que permitirá colocar nova tampa sobre o poço, destacou Wells. O processo levará de três a seis dias. A companhia tenta colocar em operação uma terceira embarcação que será utilizada para armazenar o óleo, a Helix Producer.

Enquanto não há tampa sobre o poço, a BP está desviando o óleo e queimando-o por meio de um navio ancorado perto do poço, situado ao largo da costa da Louisiana (EUA). A BP tenta interromper o vazamento desde que a plataforma petrolífera alugada da Transocean explodiu e afundou. O óleo atingiu a costa de pelo menos quatro Estados americanos, matando animais marinhos e aves.

Nas últimas semanas, o sistema Q4000 tem sido capaz de remover do golfo cerca de 25 mil barris de petróleo por dia. O novo sistema, somado a outras medidas, permitirá a recuperação de 60 a 80 mil barris por dia, em duas ou três semanas, de acordo com Wells. Cientistas federais e independentes estimam que de 35 a 60 mil barris de petróleo por dia tenham vazado para o Golfo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário