quinta-feira, 8 de julho de 2010

CATÁSTROFE: DERRAMAMENTO DE PETRÓLEO NO GOLFO DO MÉXICO CONTINUA

Maré negra alcança o litoral do Texas

Bolas de alcatrão foram encontradas em Galveston. Material possui substâncias químicas cancerígenas

Bolas de alcatrão provenientes do vazamento do Golfo do México alcançaram as praias do Texas. O fato é mais um agravante da crise envolvendo a British Petroleum (BP), que precisa arcar com os custos da limpeza do litoral americano.

O alcatrão é um resíduo viscoso composto por centenas de substâncias químicas que podem ser cancerígenas. A análise do material encontrado na espuma formada em Galveston, no Texas, comprovou que o material é do vazamento de petróleo da estação petrolífera da BP. O que ainda não está confirmado é se a substância partiu do próprio local do vazamento, há centenas de quilômetros, ou se escapou de um dos barcos que participam das operações de limpeza.

O poço continua vazando entre 30.000 e 60.000 barris diários, 77 dias após a explosão da plataforma Deepwater Horizon, que também provocou a morte de 11 trabalhadores.

Limpeza - Foram decepcionantes os primeiros resultados da intervenção do gigantesco navio taiwanês “Una Ballen”, que chegou no último sábado à região. As operações ficaram prejudicadas pelas recentes tempestades. “Os resultados não foram conclusivos por causa do mar agitado", lamentou Bob Graham, porta-voz da empresa taiwanesa proprietária da embarcação, TMT Shipping.

Gastos - Na última segunda-feira, a BP informou ter gastado mais de 3 bilhões de dólares com as operações de limpeza. O governo britânico anunciou nesta terça que está preparando um plano de contingência para uma eventual falência da petroleira. Essa é a pior catástrofe ambiental da história dos Estados Unidos.

(Com agência France-Presse)

Desde o dia 20 de Abril o mundo acompanha esta verdadeira catástrofe ambiental ocorrida no Golfo do México. Um vazamento de petróleo causado por um explosão tem devastado parte da região próxima ao estado de Louisiana, sul dos Estados Unidos.

Vejam como alguns animais ficaram após serem atingidos pela mancha de óleo, alguns ficaram quase irreconhecíveis.

Essas imagens são chocantes.
O grifo é meu: ''A exploração de petróleo em águas profundas é um tremendo perigo para a humanidade. Será que a exploração do tal do pré-sal brasileiro não correrá o mesmo risco? Com certeza os tecnocratas dirão que não!''

Nenhum comentário:

Postar um comentário