quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

ADMINISTRAÇÃO OBAMA ENVIA ORDENS AO BANCO MUNDIAL PARA MANTER SITUAÇÃO DE POBREZA DO TERCEIRO MUNDO

Sob a justificativa comprovadamente fraudulenta e completamente corrompida do combate ao aquecimento global, a administração de Obama ordenou o Banco Mundial para manter “em desenvolvimento” os países subdesenvolvidos, bloqueando-os de construção para exploração de carvão, usinas de energia, garantindo que os países mais pobres continuem na pobreza para que suas demandas de energia não sejam atingidos.

Mesmo em meio a revelações explosivas das Nações Unidas, emissão de relatórios do IPCC sobre as geleiras do Himalaia e da floresta amazônica repleta de dados incorretos, o governo tem “intensificado a pressão sobre o Banco Mundial não para financiar o carvão, usinas de energia nos países em desenvolvimento”, relata o Times of India.

A ordem foi feito por Diretor Executivo Americano do Banco Mundial Whitney Debevoise, que representa os Estados Unidos, ao considerar todos os empréstimos, investimentos, estratégias de assistência aos países, os orçamentos, auditorias e planos de negócios das entidades do Grupo Banco Mundial.

Ao evitar as nações pobres de se tornar auto-suficientes, bloqueando-as de produzir sua própria energia, a administração de Obama quer garantir que milhões mais morrerão de fome e falta de acesso a hospitais e tratamentos médicos.

Não só estrangulando o fornecimento de energia aos países mais pobres impedindo-os na distribuição de alimentos adequados e levando mais fome, mas os hospitais e postos de saúde no terceiro mundo são mal capazes de funcionar como um resultado do Banco Mundial e outros organismos mundiais, ordenando-lhes em serem dependentes de fontes de energia renováveis, que são totalmente insuficientes.

“Há alguém interessado em matar o sonho Africano. E o sonho Africano está se desenvolvendo “, disse o escritor e economista James Shikwati. “Eu não vejo como um painel solar vai ajudar uma indústria siderúrgica … Estamos dizendo para ‘Não tocar nos seus recursos. Não toque em seu óleo. Não toque em seu carvão. “Isso é suicídio.”

Os rótulos desse programa dão a idéia de restringir as pessoas mais pobres do mundo para fontes alternativas de energia como “o aspecto mais moralmente repugnante da campanha do aquecimento global”.

Como já anteriormente foi referido, a implementação de políticas decorrentes do fraudulento medo exagerado e tendenciosos estudos sobre o aquecimento global já estão devastando o terceiro mundo, com uma duplicação dos preços dos alimentos provocando fome em massa e morte.

As pessoas pobres em todo o mundo, “estão sendo mortas em grande número pela fome como resultado das (alterações climáticas) políticas”, disse o cético Senhor Monckton no Alex Jones Show no mês passado, devido às grandes áreas de terras agrícolas que estão sendo entregues ao crescimento dos biocombustíveis.

“Veja o Haiti, onde vivem na lama, torta com lama real custa 3 centavos cada…. Que é o que estamos vivendo, ou melhor, eles estão morrendo”, disse Monckton, relatando quando ele deu uma palestra sobre este assunto, uma senhora na fila da frente estourou em lágrimas e disse: “Acabei de voltar do Haiti – agora por causa da duplicação dos preços dos alimentos no mundo, eles não podem sequer pagar o preço de uma torta de lama e eles estão morrendo de fome em todo lugar”. Fonte: fim dos tempos.net

O GRIFO É MEU: ''Na prática o programa de créditos de carbono é uma farsa, na realidade os países emissores de poluentes pagam aos paises pobres para não se desenvolverem, ou seja, eles obrigam os paises pobres a manterem grandes áreas verdes para produção de oxigenio, enquanto eles, os grandes continuam suas emissões de sujeira na atmosfera, tudo é uma grande e incompreensível farsa.'' (Obama é mais protecionista e perigoso do que o Bush)



Nenhum comentário:

Postar um comentário