sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

VELÓRIO DE ZILDA ARNS SERÁ ABERTO AO PÚBLICO ATÉ O INÍCIO DA TARDE

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre outras autoridades, já confirmou presença no velório

O desenhista Maurício de Sousa, criador da Turma da Mônica, fez uma ilustração em homenagem a Zilda Arns, vítima do terremoto que atingiu o Haiti na terça-feira (12). Zilda fundou a Pastoral da Criança e era coordenadora de projetos.

O corpo da médica e sanitarista Zilda Arns, fundadora e Coordenadora Internacional da Pastoral da Criança, que morreu durante o terremoto que devastou o Haiti na última terça-feira (12), deverá ser levado diretamente do Aeroporto Internacional de Curitiba para o Palácio das Araucárias, sede do governo do Paraná, onde será realizado o velório. O corpo deverá chegar ao aeroporto por volta das 10 horas.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre outras autoridades, já confirmou presença no velório. De acordo com Caroline Arns, filha do senador Flávio Arns (PSDB-PR), sobrinho de Zilda, o velório estará aberto à visitação até as 13 horas, quando será realizada uma celebração apenas com os familiares, presidida por dom Geraldo Magella Agnelo, Cardeal Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, co-fundador da Pastoral da Criança. Após às 14 horas, a visitação volta a ser aberta a visitação pública.

Além do presidente Lula, também deverão estar hoje (15) em Curitiba para o velório de Zilda Arns, o governador de São Paulo, José Serra, o presidente da Câmara Federal, Michel Temer (PMDB-SP), e os bispos dom Geraldo Magella Agnelo, dom Geraldo Lyrio Rocha, Arcebispo de Mariana (MG) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos Brasil.

Confirmaram presença também dom Aldo Di Cillo Pagotto, Arcebispo da Paraíba e presidente do Conselho Diretor da Pastoral da Criança. dom José Antonio Peruzzo, Bispo de Palmas/Francisco Beltrão e presidente do Conselho Diretor da Pastoral da Pessoa Idosa, dom Leonardo Ulrich Steiner, bispo de São Félix do Araguaia ( MT) primo de Zilda Arns e dom Pedro Luiz Stringhini, Bispo de Franca (SP), representando dom Paulo Evaristo Arns, impossibilitado de comparecer por motivos de saúde.

A orientação da família é que no lugar de coroas de flores, sejam feitas doações para a continuidade do trabalho da Pastoral da Criança. Quem quiser fazer doação acesse o site www.pastoraldacrianca.org.br . De acordo com os parentes, essa seria a melhor maneira de homenagear concretamente a médica, ajudando com isso a salvar vidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário