segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

TEMPERATURA DESABA NO MÉXICO














México tem temperaturas mais baixas dos últimos 124 anos

E olha que o México se encontra dentro do Trópico de Câncer, o equivalente ao Estado do Paraná dentro do Trópico de Capricornio, locais onde as temperaturas são amenas. São os efeitos do aquecimento global.

O México vem registrando as temperaturas mais baixas dos últimos 124 anos, de acordo com o Serviço Meteorológico Nacional (SMN).

O inverno rigoroso no hemisfério norte provocou o fechamento dos três principais portos de exportação de petróleo - por lá passam 97% da produção mexicana.

Os portos de Acyo Arcas, Tres Bocas e Coatzacoalcos, localizados no Golfo de México, devem permanecer fechados até que o clima fique mais ameno, de acordo com o Ministério das Comunicações do México.

O SMN afirmou que uma frente fria já atinge 22 dos 32 Estados mexicanos. As zonas montanhosas de Coahuila, Durango e Chihuahua, no norte do país, registraram temperaturas de -11°C. As aulas foram suspensas nas escolas de oito Estados e, em quatro outros, os alunos das escolas primárias estão sendo instruídos a chegar mais tarde.

O governo decretou estado de emergência em Zacatecas e Durango, e as autoridades sanitárias estão atentas para um possível aumento da incidência de gripe suína - doença que afetou duramente o país em 2008.

De acordo com o Ministério da Saúde, até o momento a onda de frio causou a morte de nove pessoas em várias partes do país.

Vento

A onda de frio no México tem consequências diferentes em cada região. No Estado de Oaxaca, no sudoeste do país, o Instituto Estatal de Proteção Civil disse que ventos de até 140 quilômetros por hora provocaram o capotamento de quatro caminhões de carga.

Em várias cidades no Estado de Coahuila, no norte do país, o abastecimento de água potável foi suspenso porque os canos congelaram. As autoridades pediram que as pessoas tomem providências para evitar que os canos de suas casas estourem.

Partes elevadas da Cidade do México estão cobertas de neve. Centenas de pessoas buscaram essas áreas para recreação, mas a polícia está impedindo o acesso para prevenir acidentes.

Segundo o repórter da BBC Mundo, Alberto Nájar, as imagens mais comuns na televisão mexicana no momento são de pessoas com casacos pesados para enfrentar o frio - mesmo os moradores de zonas de clima quente como Yucatán e Tabasco.

Nesses Estados as autoridades distribuíram cobertores para os mais necessitados.



Nenhum comentário:

Postar um comentário