terça-feira, 12 de janeiro de 2010

SERÁ QUE A SÉTIMA POTÊNCIA DEMORA A CAIR?

A emissora russa de TV “Rússia Today” que transmite em inglês, um tipo de CNN dos russos para notícias internacionais e que não menciona as mídias de massa ocidentais, iniciou uma campanha publicitária em dezembro na Grã-Bretanha e nos EUA para chamar a atenção do público. Para tal foram utilizados outdoors nos aeroportos. O que foi possível na Inglaterra e que provocou bastante controvérsia foi recusado nos aeroportos norte-americanos. Aparentemente a população dos EUA não pode conhecer outra fonte alternativa de informação e outra visão dos acontecimentos mundiais, muito menos vindo da Rússia.

Aqui os outdoors:





Quem representa a verdadeira ameaça nuclear?








Qual é a arma mais poderosa?









Aquecimento global, fato cientifico ou ficção cientifica?








O terror é feito só por terroristas?






1ª Potência: Egito

2ª Potência: Assiria

3ª Potência: Babilonia

4ª Potência: Medo-Persia

5ª Potência: Grécia

6ª Potência: Império Romano

7ª Potência: Império Anglo-Americano

Da potência mundial Anglo-Americana - a mesma que a sétima cabeça da primeira fera, mas num papel especial! Ser ela isolada na visão como uma fera separada, ajuda-nos a compreender de modo mais claro como age independentemente no cenário do mundo. Esta figurativa fera de dois chifres compõe-se de duas potências políticas coexistentes, independentes, mas colaboradoras. Seus chifres sugerem que ela se dá ares de ser branda e inofensiva, com uma forma esclarecida de governo, para o qual o mundo todo se deveria voltar. Mas fala como dragão, por usar de pressão e de ameaças, e até mesmo de real violência, onde quer que sua versão de governo não é aceita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário