sábado, 16 de janeiro de 2010

LULA APARECE NO ULTIMO ADEUS A ZILDA ARNS

Presidente desembarcou em Curitiba na noite de sexta-feira

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou às 20h15 desta sexta-feira (15) ao velório da médica e sanitarista Zilda Arns, no Palácio das Araucárias, em Curitiba. Lula estava no Maranhão, em um compromisso político, e veio ao Paraná especialmente para o velório. Com a presença do presidente, o acesso ao palácio, sede do governo paranaense, ficou restrito a familiares, amigos, autoridades políticas e jornalistas.

Antes de entrar no salão nobre do palácio, onde o corpo está sendo velado, Lula se reuniu com o governador Roberto Requião. Foi quando ouviu um pedido para que Zilda Arns seja indicada para o prêmio Nobel da Paz, mesmo após a morte. Depois, o presidente se encontrou com parentes da médica, antes de aproximar-se do caixão da médica.

“Foi uma grande perda para o Brasil e para o mundo”, disse Lula, com relação à morte de Zilda Arns. “Todas as pessoas que morreram (em consequência do terremoto) estão simbolizadas na figura de Zilda Arns”. O presidente encerrou sua entrevista dizendo que tem a certeza de que Zilda não se arrependeria de nada do que fez. “Se voltasse a viver, ela faria tudo outra vez, inclusive voltaria ao Haiti”.

Além de Lula e Requião, também estiveram no velório o prefeito de Curitiba, Beto Richa — que veio dos Estados Unidos —, o vice-prefeito Luciano Ducci, os senadores Alvaro Dias, Flávio Arns (Sobrinho de Zilda) e Eduardo Suplicy (PT-SP), a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, e o governador de São Paulo, José Serra, entre outras autoridades.

O caixão de Zilda Arns está coberto com uma bandeira do Brasil e vai ficar fechado durante todo o velório. Muitas pessoas ainda aguardam para se despedir e render a última homenagem à fundadora da Pastoral da Criança. Zilda Arns é uma das vítimas do terremoto que devastou o Haiti na noite de terça-feira (12).

O funeral de Zilda Arns será encerrado com uma missa de corpo presente, a ser realizada neste sábado (16), às 14 horas, no Palácio das Araucárias, local do velório. A missa será exibida em telões na praça Nossa Senhora de Salete, no Centro Cívico, e terá transmissão pela TV Educativa. Depois disso, o corpo será levado para o cemitério da Água Verde, em Curitiba, para o sepultamento. A cerimônia do enterro será restrita aos familiares. Fonte: bem paraná.

Nenhum comentário:

Postar um comentário