quarta-feira, 30 de setembro de 2009

EFEITO CLIMÁTICO OU FRUTO DA GANÂNCIA DOS RICOS? E O PIOR QUE É SÓ O COMEÇO!




Tempestade tropical Fred pode virar furacão nas próximas 36 horas


De acordo com informações de meteorologistas, juntamente com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, a tempestade tropical Fred, que se formou no leste do Oceano Atlântico, tem potencial para se tornar um furacão dentro das próximas 36 horas.
O fenômeno ganhou força nesta terça-feira com ventos sustentados de até 80 quilômetros por hora, mas sem ameaçar de imediato nenhuma localidade. Tempestades tropicais se tornam furacões quando seus ventos sustentados chegam a 119 quilômetros por hora.
Às 06h (horário de Brasília) da terça-feira, o centro de Fred estava cerca de 460 quilômetros a sudoeste da ilha mais ao sul das Ilhas de Cabo Verde, e se movia a oeste a cerca de 24 quilômetros por hora. Uma virada gradual a oeste-noroeste e noroeste, com diminuição na velocidade de deslocamento, está prevista para os próximos dois dias, afirmou o centro.
A rota do Fred deve mantê-lo longe do Golfo do México, onde se situam as operações de petróleo e gás norte-americanas. Esta é a sexta tempestade tropical batizada na temporada de 2009 na região caribenha, que vai de junho a novembro.


Dez mortos por tornado na Argentina



A Província argentina de Misiones, vizinha de Brasil e Paraguai, foi castigada com a passagem de um forte tornado na região, na madrugada desta terça-feira. Os fortes ventos deixaram 10 pessoas mortas e mais 50 feridas. Entre os mortos estão sete crianças. Mais 12 estão entre os feridos, internados em estado grave.
Santa Rosa, em San Pedro, que fica a 50 quilômetros do Brasil, foi a cidade mais atingida com o tornado. Por lá, as fortes chuvas ainda castigam a população, que está sendo resgatada e retirada da região. Cidades vizinhas, como Tobuna e Poço Azul, também sofreram bastante com os fortes ventos.
O caos é tanto que alguns imóveis chegaram a desaparecer, como admite o diretor da Defesa Civil local, Ricardo Veselka Corrales. Ele ainda fala que as cidades têm postes e árvores caídas. Todas as equipes da Defesa Civil e das forças de segurança estão sendo direcionada na ajuda do resgate as vítimas do tornado.
O prefeito Orlando Wolfarte, se mostrou surpreso com o tornado ao falar com emissoras de rádio da Argentina. "Havia na colônia Santa Rosa um centro de saúde inaugurado há três anos, e ele desapareceu", destacou Wolfarte.


Nova tempestade está se aproximando das Filipinas

Meteorologistas afirmaram que uma nova tempestade está se formando no Oceano Pacífico e deve entrar em águas filipinas na próxima quinta-feira, aproximando-se um pouco depois do norte da ilha de Luzon.
O anúncio acontece dias depois que o tufão Ketsan atingiu o país deixando 240 pessoas mortas. O fenômeno gerou mais chuvas em 24 horas do que o esperado para o mês em Manila e áreas próximas.
Cerca de 80% da cidade de 15 milhões de habitantes ficou inundada. Autoridades estimam que os danos da tempestade somam até o momento 50 milhões de dólares. Mais de 1,8 milhão de pessoas foram prejudicadas e 375 mil abandonaram suas casas e se refugiaram em abrigos.
A contagem de mortos pode subir já que há mais informações chegando de áreas mais remotas. O Ketsana deve se aproximar da região central do Vietná no fim desta terça-feira, e as autoridades ordenaram a retirada de pelo menos 170 mil pessoas.

Tufão atinge Vietnã e mata 32 pessoas

Após deixar um rastro de destruição nas Filipinas, com 246 mortos, o tufão Ketsana atingiu a região central do Vietnã, nesta terça-feira.
Cidades e vilarejos ficaram inundados, residências e linhas telefônicas foram gravemente danificadas.
Cerca de 170 mil pessoas estão desabrigadas e o número de mortos chegou a 32.
Segundo autoridades locais, o prejuízo decorrente da tempestade pode chegar perto de US$ 100 milhões.

Mais de cem mortos após passagem de terremoto e tsunami na Oceania
A polícia de Samoa Americana, na Oceania, confirmou que passam de cem pessoas mortas, após a passagem de um terremoto, que gerou tsunami. Até o momento, foram registradas 100 mortes em Samoa e 14 em Samoa Americana. As ondas chegaram à seis metros de altura. O forte terremoto, de magnitude 7,9, que atingiu a região de Samoa, na tarde desta terça-feira. De acordo com a escala Richter, um tremor de magnitude 7,9 é considerado grande, podendo provocar danos em zonas mais vastas.O terremoto, cujo epicentro localiza-se a 208 quilômetros da capital de Samoa, ocorreu por volta das 6h48 locais, 14h48 de Brasília. Segundo uma rádio local, centenas de casa foram destruídas.
"O centro de visitantes do Parque Nacional de Samoa Americana e seus escritórios parecem ter sido destruídos completamente", disse Mike Reynolds, superintendente do Parque Nacional de Samoa Americana.
Ainda não se sabe a proporção dos estragos nem o número exato de mortos, mas foi confirmado pelo Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico que o tsunami foi potencialmente destrutivo para as ilhas próximas ao epicentro do abalo.
Os alertas de tsunamis foram emitidos para Nova Zelândia, Samoa Americana, Havaí, Papua Nova Guiné e outras pequenas ilhas do Pacífico, segundo informou o centro de Alerta de Tsunami do Pacífico.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

O CODEX ALIMENTARIUS ENTRA EM VIGOR EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009

http://www.youtube.com/watch?v=ID0TuvH9-Bs
Com a implementação das medidas previstas no Codex Alimentarius que desde 1962 vem sendo preparado e que será obrigatório em 31 de Dezembro de 2009, já hoje em todos os países que fazem parte do WTO e da UE, ele está em vigor, obrigando a que sejam usados antibióticos e hormonios de crescimento da empresa de GMO’s e Monsanto em toda a cadeia alimentar, que toda a comida crua passe por processos de radiação, e considera que os nutrientes, vitaminas e minerais são venenos, a matança de 3 bilhões de pessoas em todo o mundo começa a tomar forma. Eles dizem que a população ideal para o planeta é de 1 bilhão de pessoas. Querem reduzir 95% da população.
Veja o outro video do youtube: CAIXÕES DA FEMA NO BRASIL?????? SE FOR PRA QUE SERÁ?
http://www.youtube.com/watch?v=3jxSZAO7Yf0

domingo, 27 de setembro de 2009

SIMÃO O MÁGICO E OS FALSOS PROFETAS ATUAIS, QUALQUER SEMELHANÇA É MERA COINCIDÊNCIA

“E estava ali um certo homem, chamado Simão, que ali praticava a mágica, iludindo o povo de Samaria, insinuando ser ele um grande vulto.Ao qual todos davam ouvidos, do menor ao maior, dizendo: Este homem é o poder de Deus, chamado o Grande Poder.E atendiam-no, porque já desde muito tempo os havia iludido com artes mágicas.” Atos 8:9-11Simão, o mágico (ou feiticeiro), vivia em Samaria e sua magia era bem conhecida por lá. Segundo as Escrituras, ele ludibriava o povo, insinuando ser ele um “grande vulto”, ou seja, convencia a muitos de que era um homem dotado de “poderes especiais”. O povo parecia bastante impressionado com tanto “poder”, conforme podemos constatar no trecho bíblico citado acima. Tamanho era o domínio exercido pelo feiticeiro sobre aquele povo, que era enganado e manipulado por ele, que desde o menor até o maior o aclamavam dizendo ser ele “um homem poderoso de Deus ou O Grande Poder”, e a bíblia deixa bem claro que o povo assim agia por que já haviam sido iludidos por sua arte mágica. Fica muito evidente na passagem de Atos que Simão atraía e conquistada admiradores através de suas magia, sinais e prodígios de engano.Alguns teólogos sugerem que Simão-o mágico tinha ligação com o Gnosticismo, uma seita que propagava heresias, alegando que a pessoa ganhava a salvação não por mérito de Cristo, mas por possuir um “poder especial de Deus”, por ser dotado de um conhecimento especial, diferente dos cristãos comuns, que lhe reservava o direito de ser superior, ser cheio do poder, por isso o povo idolatrava Simão, chamando-o de “o poder de Deus”. Mais tarde, ao se encontrar com os apóstolos de Jesus, esse mágico tentou negociar o poder do Espírito Santo, oferecendo dinheiro para eles, supondo que pudesse negociar o dom de DEUS.Vejo hoje em dia esse mesmo Gnosticismo, disfarçado de Cristianismo, em muitos homens que se dizem “cheios do poder”, como se possuíssem um “conhecimento privilegiado”, arrastando multidões atrás de si, manipulando a massa de manobra que os idolatra, por acreditar, assim como aquele povo de Samaria, que esses falsos profetas são “homens especiais de Deus”. Existem atualmente muitos “mágicos” dentro das igrejas evangélicas que sugerem ao povo serem eles homens dotados de poderes especiais, de uma “intimidade acentuada”, ludibriam o povo com seus sinais e prodígios de mentira, com suas unções mirabolantes, com seus supostos milagres, se auto-denominam “ungidos do Senhor”, semi-deuses intocáveis, inquestionáveis e possuidores de direitos e poderes extraordinários, que os diferenciam dos “cristãos comuns”. Ameaçam em nome de Deus, intimidando pessoas, sob ameaça de “severa punição” de Deus sobre os que se opuserem à eles. Usam de todo tipo de técnicas persuasivas sobre as pessoas, fazendo-as acreditar serem eles “ cheios da unção e do poder”, oferecendo ao povo suas mágicas gospel como o “milagre do dente de ouro”, seus óleos ungidos miraculosos que curam até a dengue, suas propagandas que divulgam seus ministérios “avivalísticos” prometendo cura, ressurreição de mortos, emagrecimento instantâneo através de oração fervorosa, pulseiras proféticas, prosperidade e riqueza através da barganha, imposição de mãos "cheios do fogo" que fazem cair, palitós ungidos que fazem as pessoas caírem tipo "efeito dominó" (basta o pastor poderoso jogar seu terno e todo mundo se estabaca no chão), promessa de trazer a pessoa amada em três dias(tipo pai de santo charlatão) e outras bizarrices semelhantes a essas...
Então eu pergunto:
Esses que alegam terem poderes especiais e superiores são cristãos ou gnósticos?
Poder de Deus ou fruto do engano?
E o povo? Continuarão eles a seguirem resultados e sinais, sem antes provar se é mesmo de Deus?E TAMBÉM houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. 2 Pedro 2:1Porque se levantarão falsos cristos, e falsos profetas, e farão sinais e prodígios, para enganarem, se for possível, até os escolhidos. Marcos 13:22AMADOS, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. 1 João 4:1 . Fonte: www.resgatandoaverdade.blogspot.com

sábado, 26 de setembro de 2009

TEOLOGIA DA DETERMINAÇÃO E REINVIDICAÇÃO, PODEMOS EXIGIR DE DEUS?

Teologia da determinação e reivindicação: Cristianismo ou feitiçaria?“Então o tentador, aproximando-se, disse: Se é filho de Deus MANDA que essa pedra se transforme em pães”. MT 4:3Infelizmente hoje nas igrejas temos visto muitos serem levados por ventos de doutrina, como por exemplo, a teologia da determinação e reivindicação, em que o povo é ensinado por seus pastores a determinarem as suas bênçãos e a reivindicarem de Deus as suas vitórias e “direitos”, porém a verdade é que esse ensinamento equivocado possui o mesmo princípio satânico que vemos no versículo bíblico acima, onde satanás tenta induzir a Jesus a “determinar” ou “reivindicar” que a pedra se torne em pão: “Manda que essa pedra se torne em pão...”Podemos perceber que satanás lança sua proposta: mande,ordene,reivindique de Deus que transforme essas pedras em pão, Ele tem que satisfazer a sua vontade, se você é filho mesmo você pode. Jesus rejeitou essa proposta. O princípio satânico é o mesmo dessa teologia que parece querer colocar o homem na posição de comando, onde o povo é incentivado a dar ordens a Deus, tentando colocar o homem no comando, a criatura ordenando ao Criador.Doutrinas de demônios“Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios.” I Tm 4:1Ensinam, dentro dessa falsa doutrina, a “confissão positiva” onde dizem que a palavra do homem, ao ser pronunciada, tem “poder” e por isso deve-se ordenar e reivindicar algo através do poder de sua palavra e assim, ativada pela “fé”, um poder será liberado e aquilo vai acontecer e seus desejos serão realizados, como na feitiçaria que ensina justamente que uma palavra de comando previamente determinada deve ser ativada e assim aquilo que você deseja é liberado. Podemos, então, discernir que essa doutrina da determinação possui o mesmo princípio ocultista utilizado por religiões satânicas, trazendo assim doutrinas de demônios, sorrateiramente, para dentro das igrejas.Somos servos ou senhores?“Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis; Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.” Gn 3:4-5Ora, se o poder será “ativado” pela palavra “poderosa” (confissão positiva) do homem, o poder e o comando são do homem e não mais do Senhor, logo este estará independente de Deus, justamente como a serpente sugeriu a Eva no Éden conforme o versículo acima, a sedutora oferta de ser igual a Deus, a estar no comando, a ser independente do Senhor, conforme um dia Lúcifer desejou,ele quis tomar o lugar de Deus e ainda hoje quer implantar no homem a mesma semente de rebelião.Na verdade, os tais pastores que pregam esse engano, não passam de instrumentos de suas próprias cobiças. O povo, por sua vez, também atraídos pela sua própria cobiça e querendo um Jesus “instantâneo” para satisfazer seus desejos e caprichos acabam sendo presas fáceis para esse tipo de “negócio”, ou seja, é a clientela e os mercenários da fé, uns mercadejam a Palavra de Deus e vendem Jesus por “trinta moedas de prata”, propagando um evangelho falso, porém muito lucrativo, que enche suas igrejas, enquanto, por outro lado, o povo aceita prontamente tais ofertas, pois querem garantir suas bênçãos, afinal o homem tem essa tendência de querer satisfazer seus anseios e assim são iludidos e persuadidos, tornando-se massa de manobra nas mãos de lobos devoradores.Deus é soberanoHumilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte. (I PE 5:6)Deus é soberano e não divide sua glória com ninguém. Todo poder foi dado ao Senhor no céu e na terra, e nós homens, recebemos as bênçãos de Deus pela sua graça, que significa favor IMERECIDO, e não um direito a ser reivindicado.A bíblia nos ensina a nos humilharmos e nos sujeitarmos a Deus, a clamarmos, suplicarmos, pedirmos e não ordenarmos nada. Quem mandou Jesus ordenar que as pedras se tornassem em pão foi o diabo. Jesus recusou a oferta de satanás. Ele disse que nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que vem da boca de Deus. Que nós também venhamos a recusar e viver segundo a Palavra de Deus. Somos servos e Ele é o Senhor! Fonte http://www.resgatandoaverdade.blogspot.com/

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

EVANGELHO FEIRA LIVRE

"Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo." Lucas 14:26
Fico analisando tudo que tem sido pregado nas igrejas e percebo que existem os mais variados apelos para que as pessoas venham, entrem e permaneçam...o negócio agora é inchar as igrejas(e eles chamam isso de crescimento), ou seja, aumentar a quantidade de pessoas para ostentar um “sucesso” em seus “ministérios”...sem preocupação com a qualidade daquilo que se ensina...fazem de tudo, menos pregar a PALAVRA de Deus: utilizam técnicas de marketing, técnicas de vendas, técnicas para multiplicar membros, técnicas psicoterápicas, apelos emocionais, juras de prosperidade, curas, resultados instantâneos, bênçãos, vantagens, prometem resolução para frustrações, casamentos para as desiludidas, riquezas para os endividados, enfim, oferecem de tudo, como numa feira livre, basta procurar o que se precisa e ali terá a cura para todo mal...ensinam ao povo a se servirem de Deus, e não servirem a Deus. Observando o versículo que postei acima podemos perceber que não escutamos ninguém dizer: "Venha servir a Cristo, ainda que isso requeira de voces aborrecer alguns, e até a sua própria vida!!". Não escutamos ninguém escrever em cartazes e faixas coisas do tipo: " deixe de ser senhor de sua vida e passe a ser servo daquele que é o Senhor dos senhores", ou " deixe tudo e venha percorrer o caminho que apesar de ser estreito é o que leva à salvação", ou " aqui não temos ouro nem prata, mas temos a oferecer palavras de vida eterna". Ou porque não temos grandes congressos com temas como:
" chega de hipocrisia e religiosidade, viva o evangelho de verdade!", ou " não importa o título que temos, pois no Reino de Deus o maior é o que mais serve".Esse evangelho tipo "feira-livre" não leva ninguém à Deus.Leva sim as pessoas permanecerem servindo a um outro deus: seu próprio ventre!!!!! Deus não é "gênio da lâmpada”... Quem oferece a glória e as riquezas desse mundo é o deus desse século: satanás... Não foi isso que ele ofereceu a Jesus no deserto????????As igrejas estão lotadas de pessoas que aprendem todas as regras, são entupidas de dogmas, mas continuam distante do evangelho da Graça.Nunca passaram pela cruz. Nunca perceberam que somente através de Cristo somos reconciliados com Deus, retirados do Império das trevas e transportados para o reino do filho do seu amor, que Jesus é o único caminho que nos leva a Deus. São ensinados a praticarem todo tipo de sacrifício próprio, mas não reconhecem que o único sacrifício pelo qual importa que sejamos salvos é o sacrifício de Cristo, onde tudo foi consumado. Eles não são levados a conhecerem a Verdade. Não passam por esse único Caminho que é Cristo por que estão preocupados em barganhar as bênçãos, reivindicar de Deus os “direitos de filhos do Rei”, aprenderam que seus atos proféticos é que trarão à existência os seus desejos, querem “determinar” suas vitórias, e com isso, permanecem longe de Deus. O mundo gospel “cor de rosa”, com todas as suas ilusões e fantasias, tem sido como fumaça na vida de toda essa gente, fazem muito barulho, muito show, muita “performance” espetacular, muitos efeitos especiais para fascinar o povo, mas não há verdade, não há vida, está distante do Caminho. Porém o pseudo-evangelho tipo feira-livre continua em alta, por que este atrai as multidões, oferecendo de tudo que agrada ao ego do homem, oferecem um “deus” ao gosto do freguês, vendendo seu nome a preço de banana. E nesse engano, os homens aprendem diversos vícios religiosos, decoraram todos os chavões evangélicos, dançam, cantam, pulam, esbravejam... porém o mais simples e indispensável não percebem: que o verdadeiro evangelho, sem plumas e paetês, mas com toda sua simplicidade, é que salva o pecador. Fonte: http://www.resgatandoaverdade.blogspot.com/

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

A IDOLATRIA EVANGÉLICA

Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. 1 Coríntios 3:10-11.Muitos evangélicos entendem como idolatria apenas o fato de pessoas adorarem imagens de escultura, motivo esse que sempre foi principal ponto de divergência com os católicos. No entanto temos visto tantos absurdos nas igrejas Evangélicas que podemos questionar até que ponto a IDOLATRIA, ainda que de forma diferente, têm sido uma realidade assustadora entre nós.O QUE SERIA IDOLATRIA?Apenas alguém adorar a imagens? Certamente que não! IDOLATRIA é tudo aquilo que “substitui” a Pessoa de Jesus Cristo. No trecho bíblico que citei no começo desse texto vemos Paulo ensinar que ninguém pode lançar outro fundamento além do que já foi posto, que é Cristo. Quando passamos a lançar outros fundamentos que não seja Jesus, logo estamos tentando substituí-lo e por isso nos tornamos IDÓLATRAS. As igrejas evangélicas não possuem imagens de “santos” nem de outros deuses, mas muitos praticam a idolatria devido a tantos outros “fundamentos” que se têm lançado, como se a simplicidade do Evangelho de Cristo já não bastasse. Não é a toa que Paulo alerta: “Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo.” 2 Co 11:3 .Como os evangélicos têm se afastado da simplicidade que há em Cristo! Como têm lançado tantos outros fundamentos fora de Cristo e por isso, se tornando idólatras! Enquanto o único fundamento que deveríamos estar arraigados,que é Jesus, nos deu a certeza de que tudo já havia sido consumado na cruz, muitos líderes e pastores insistem em lançar tantos outros fundamentos. Podemos constatar isso mediante aos falsos ensinos e heresias que estão se alastrando dentro das igrejas. Ao invés de pregarem Cristo como único Caminho que nos leva à Deus através de sua graça, muitos persistem em acrescentar tantas outras coisas, utilizando-se de passagens bíblicas fora de contexto e interpretações equivocadas. A morte de Jesus têm sido desprezada, dando espaço para tantas outras formas de redenção e justificação, como se o sacrifício pleno e perfeito não fosse o suficiente. Induzem ao povo a confessarem pecados cometidos desde a infância, como se na Cruz não tívessemos a total redenção deles. Como se o perdão e a vida nova em Cristo não existissem, não aceitando apenas o favor imerecido de Deus que não se lembra mais das nossas trangressões. Ensinam que devemos nos “judaizar”, tocar shofar, guardar sábados, adorar réplicas mal feitas da arca da aliança, como se o véu do santuário não estivesse rasgado e como se o Santo dos Santos já não estivesse aberto para nós através do sangue de Cristo. Enquanto a bíblia nos revela as maravilhas de Deus através de Jesus, muitos preferem os rituais e as técnicas, tantos outros fundamentos fora do Salvador.
“E o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo”. Mc 15:38
“Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, PELO SANGUE DE JESUS, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu, isto é , pela sua carne;” Hb 10:19-20.
Como se fosse pouco a barbaridade de tentar anular a Graça e lançar o fundamento da lei, muitos têm tentado corromper o Evangelho e acentuar a ganância do homem lançando outro fundamento, que é a cobiça. A teologia da prosperidade tem colocado dentro das igrejas um altar pra o deus da riqueza, mamom.Toda sorte de barganhas e negociações têm sido ensinada aos cristãos, inclusive atribuindo o tamanho da “bênção de Deus” aos bens materiais que se possui, como se nossa herança não fosse eterna.Inúmeros amuletos e elementos de idolatria também têm sido valorizados em nosso meio, como se esses, em si mesmos, possuíssem poder para liberar bênçãos divinas. Podemos iniciar a lista dos patuás gospel com o “óleo ungido”, que é a água benta dos evangélicos, utilizado como “ativador” de unção e milagres, vendidos de várias formas em pequenos vidrinhos com instruções para “ungir” paredes, portas, comida e até cuecas dos maridos mais assanhados, tipo “simpatia” para afastar maus fluídos. Na onda do sincretismo religioso, encontramos também as pulseiras proféticas, que segundo seus inventores, “eles resolveram colocar 12 miçangas azuis, representando o derramar do Rio do Leão (estranha doutrina que eles dizem ter recebido de Deus) 12 vezes mais do que vemos hoje e quatro coloridas, representando os quatro seres (referindo-se a unção dos 4 seres viventes), repetidos quatro vezes na pulseiras”, e elas servem para lembrar a eles de orar para que essas doutrinas sejam espalhadas, tipo um terço gospel. Sem falar nos saquinhos mega-hiper-super milagrosos contendo areia da terra santa, garrafinhas com água do Rio Jordão, as fogueiras santas, as rosas ungidas e tantas outras práticas ocultistas e supersticiosas com roupagem evangélica.Dessa forma, como podemos chamar de idólatras aqueles que se curvam diante de esculturas, se nós temos as nossas próprias idolatrias personalizadas ao melhor estilo gospel????“Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho;O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.” Gálatas 1:6-9. fonte: http://www.resgatandoaverdade.blogspot.com/

terça-feira, 22 de setembro de 2009

MORRE O PASTOR NILSON DO AMARAL FANINI

O pastor Nilson do Amaral Fanini, único brasileiro até hoje a assumir o cargo de presidente da Aliança Batista Mundial, morreu nesta madrugada, às 4h46, nos Estados Unidos. Ele começou sua carreira religiosa na década de 1950, tendo sido consagrado pastor na Igreja Batista da Tijuca e, posteriormente, pastor itinerante no norte do estado do Paraná. Ele se casou com Helga Kepler Fanini e fez mestrado no Southwestern Baptist Theological Seminary, em Fort Worth, no Texas, nos EUA. De volta ao Brasil, pastoreou a primeira Igreja Batista de Niterói por 41 anos, foi presidente da Convenção Batista Brasileira por 11 vezes e presidiu a Aliança Batista Mundial, por três anos. Ele se aposentou da carreira religiosa em 2006. Eu não o conhecia pessoalmente, mas com certeza era um dos homens de Deus da atualidade que eu mais admirava e respeitava, através da sua pregação aceitei a Cristo com meu Salvador em 1975. (o grifo é meu)

domingo, 20 de setembro de 2009

SBT RECLAMA DO AVANÇO DE IGREJAS EVANGÉLICAS NA TELEVISÃO

O diretor do SBT Guilherme Stoliar foi a Brasília na última segunda (14) reclamar sobre o avanço das igrejas evangélicas sobre a programação das TVs. De acordo com a coluna Outro Canal, o diretor entregou ao ministro das Comunicações Hélio Costa uma relação com todas as emissoras que são administradas ou foram arrendadas parcialmente ou totalmente por igrejas. O SBT nos últimos anos perdeu várias afiliadas para emissoras administradas por algum segmento religioso, como a Record, e até mesmo para emissoras com programação 100% evangélica. Na última segunda (14), a rede sofreu mais um golpe. A TV Alagoas, afiliada do SBT em Maceió que atravessava uma profunda crise financeira, se desligou do canal de Silvio Santos e foi arrendada pela Igreja Mundial do Poder de Deus. Além desta, o SBT perdeu afiliadas nos últimos anos em Santa Catarina, Sergipe, Mato Grosso, Tocantins e no interior gaúcho, a maioria delas para emissoras pertencentes às igrejas. O diretor do SBT alega que a prática é ilegal, já que o decreto 52.795/1963 determina que as emissoras não podem vender mais de 25% de seus espaços.Já as emissoras paulistas que abrem espaço para as igrejas sem defendem. Ao jornal Folha de S. Paulo, a RedeTV! revelou que não existe impedimento legal. A Record disse que não tem nada a dizer. Já a Band, que arrendou o canal 21 em São Paulo para a Igreja Mundial, preferiu não comentar o assunto.


Diariamente o apóstolo Valdemiro Santiago tem chorado pitangas em seu programa matutino na TV aberta reclamando problemas financeiros da Igreja Mundial do Poder de Deus...


Alega que tem sido pressionado por outras pentecostais acuadas por sua capacidade de cura certeira...


Ele não deixa claro tratar-se da Universal do Reino de Deus do Edir Macedo ou a Igreja Internacional da Graça de Deus do R.R.Soares intimidadas por sua concorrência avassaladora que proporciona milagres em profusão não sobrando nenhum doente para ser aproveitado pelos competidores...


As duas emissoras de TVs, em que ele exibe seus ex-adoentados, lhe convocou para renovação dos valores de utilização do horário televisivo...


Segundo o apóstolo Valdemiro Santiago os valores triplicaram após as outras denominações evangélicas haverem solicitado que ele fosse exorcizado da grade de programação...


No dia que recebeu a notícia acabava de chegar de uma peregrinação madrugada adentro em uma montanha de Niterói onde foi depositar em fogueira santa os olerites bancários comprobatórios de dízimos dos seus fiéis e chorou no ar...


Chorou...


Chorou muito...


Esvaiu-se em lágrimas...


Mas não perdeu a pose...


Disse acreditar que Deus ainda iria lhe dar uma cadeia (?) inteira de TVs para nunca mais pedir nada emprestado...


Tipo pobre que fica louco para comprar um imóvel para fugir do aluguel...



Deus foi rápido, aleluia...


Embora ele continue alegando falta de grana, acaba de adquirir a Rádio Livre (antiga Mayrink Veiga) do ex-deputado Vivaldo Barbosa...


Não consigo entender Deus, só atende pedido de picareta...


Eu canso de solicitar os seis números da Sena acumulada e nada...


Deve existir alguma lógica divina...

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

A FAMOSA FOTO DO ARREBATAMENTO

"Uma simples foto em preto e branco vem causando as mais diversas "caras" aos irmãos que a viram. Trata-se de uma revelação que o Espírito Santo deu a uma irmã no sul do país. Ela recebeu a ordem de Deus que fosse até um fotógrafo da sua cidade, e que ele fotografasse a página da Bíblia (1ª Tessalonicenses 4:13-18). Ao chegar no estúdio e depois de explicar o que queria, o fotógrafo indagou com a irmã se o que ela queria não seria uma fotocópia da página da Bíblia.
A irmã então disse ao profissional que tinha certeza do que queria, e que foi uma visão e uma ordem de Deus para que ele tirasse essa foto. Segundo o testemunho, de um missionário de passagem em Volta Redonda, o fotógrafo tirou a fotografia, e ao revelar tomou um enorme susto quando ampliou a foto. O missionário disse que o espanto do profissional foi tão grande e que depois de ouvir as palavras da irmã, não hesitou em aceitar a Jesus como salvador de sua vida, e hoje serve ao Senhor na sua cidade, contando a todos quanto pode, o testemunho poderoso acontecido com ele.
A foto mostra uma imagem nublada, exatamente como numa visão, o que acontecerá no dia do arrebatamento No alto da foto, percebesse um anjo tocando uma trombeta, e logo abaixo, como descrito no texto, os que já morreram com Cristo subindo em direção ao arcanjo. Numa visão muito nebulosa, várias imagens misturadas como a de uma igreja, uma mesa de jantar vazia, um prédio aparentando estar em chamas, uma imagem, talvez de um cemitério com os túmulos abertos, dois camelos e ao fundo as três pirâmides do Egito, alguns animais, talvez vacas pastando, dois carros batidos, e muitas outras imagens obscuras.
Em cima do prédio, dá para ver uma cama e uma imagem de uma pessoa flutuando em cima dela. É com certeza uma visão poderosa de Deus, para o dia do arrebatamento.
"O Clarim" teve acesso a esta imagem e reproduz fielmente para que os irmãos possam tirar suas dúvidas e se maravilharem das coisas de Deus, e divulgar aos que ainda não conhecem das coisas de Deus, possam como o fotógrafo, se converter e aceitar a Jesus como Senhor e Salvador de suas vidas." (texto extraído de "O Clarim" de Dezembro de 1997)
1Tessalonicenses 4:13-18
"Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.""Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.""Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.""Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.""Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.""Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras."

Imagens que podem ser vistas na foto:
Rosto de Jesus na direita superior;
Rosto do Diabo na esquerda superior;
Um arcanjo tocando uma trombeta no centro superior;
Milhares de pessoas reunidas voltadas para o céu abaixo do arcanjo;
Como que uma grande explosão no centro da figura;
Ao lado esquerdo da explosão uma mulher usando chapéu e a figura de uma criança flutuando sobre uma cama;
Ao lado direito da explosão uma igreja (uma catedral);
Abaixo da explosão a figura de dois carros chocando-se;
Ao lado direito dos carros, como se uma pessoa estivesse sendo arrebatada de seu leito ("estarão dois numa cama, e um será levado");
Mais a direita, a imagem de vacas pastando no campo;
Ao lado esquerdo, abaixo da cama onde um bebê está flutuando, aparece um prédio em chamas;
Ao lado do prédio está uma mesa vazia;
Ao lado da mesa está a imagem de uma pessoa moendo trigo, enquanto o vulto de outra está sendo arrebatada;
Ao lado direito a imagem de camelos e as três pirâmides do Egito;
Ao lado inferior direito, como que um grande mar bravio;
No centro inferior, a imagem como que de caixões de onde partem raios de luzes, os mortos sendo arrebatados;
Logo abaixo, duas mulheres caminhando;

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

CÓPIA DA SENTENÇA DE CRISTO

SENTENÇA DE CRISTO


No ano dezenove de Tibério César, imperador romano de todo o mundo, Monarca invencível na Olimpíada cento e vinte um, e na Elíada vinte e quatro, da criação do mundo, segundo o número e cômputo dos Hebreus, quatro vezes mil cento e oitenta e sete, do progênio do Romano Império, no ano setenta e três, e na libertação do cativeiro da Babilônia, no ano mil duzentos e sete, sendo governador da Judéia Quinto Sérgio, sob o regimento o governador da cidade de Jerusalém, Presidente Gratíssimo, Pôncio Pilatos; regente na Baixa Galiléia,
Quadro de Peter Paul Rubens - 1620
Herodes Antipas; pontífice do sumo sacerdote, Caifás; magnos do Templo, Alis Almael Robas Acasel, Franchino Ceutauro; cônsules romanos da cidade de Jerusalém, Quinto Cornélio Sublime e Sixto Rusto, no mês de março e dia XXV do ano presente ~ Eu, Pôncio Pilatos, aqui Presidente do Império Romano, dentro do Palácio e arqui-residência, julgo, condeno e sentencio à morte Jesus, chamado pela Plebe ~ Cristo Nazareno ~ e galileu de nação, homem sedicioso contra a Lei Mosaica ~ contrário ao grande imperador Tibério César. Determino e ordeno por esta que se lhe dê morte na cruz, sendo pregado com cravos como todos os réus, porque congregando e ajustando homens, ricos e pobres, não tem cessado de promover tumultos por toda a Judéia, dizendo-se filho de Deus e Rei de Israel, ameaçando com a ruína de Jerusalém e do Sacro Templo, negando o tributo a César, tendo ainda o atrevimento de entrar com ramos e em triunfo, com grande parte da plebe, dentro da cidade de Jerusalém. Que seja ligado e açoitado, e que seja vestido de púrpura e coroado de alguns espinhos, com a própria cruz nos ombros para que sirva de exemplo a todos os malfeitores, e que, juntamente com ele, sejam conduzidos dois ladrões homicidas; saindo logo pela porta sagrada, hoje Antoniana, e que conduza Jesus ao monte público da justiça, chamado Calvário, onde, crucificado e morto, ficará seu corpo na cruz, como espetáculo para todos os malfeitores, e que sobre a cruz se ponha, em diversas línguas, este título: Iesus Nazarenus, Rex Iudeorum. Mando, também, que nenhuma pessoa de qualquer estado ou condição se atreva, temerariamente, a impedir a justiça por mim mandada, administrada e executada com todo o rigor, segundo os Decretos e Leis Romanas, sob as penas de rebelião contra o Imperador Romano. Testemunhas da nossa sentença. Pelas doze tribos de Israel: Rabaim Daniel, Rabaim Joaquim Banicar, Babasu, Laré Petuculani. Pelos fariseus: Bullieniel, Simeão, Ranol, Babbine, Mandoani, Bancurfosse. Pelos hebreus: Matumberto. Pelo Império Romano e pelo Presidente de Roma: Lúcio Sextilo e Amácio Chilicio.
"Cópia autêntica da Peça do Processo de Cristo, existente no Museu da Espanha."
Fontes:-"Manual do Magistrado", Jucid Peixoto do Amaral, Ed. Forense, 4ª ed., 1992.
Encarta Online Deluxe Homepage

terça-feira, 15 de setembro de 2009

MONASTERIUM, MISERICORDIUM, BACANORIUM

Alguns monastérios da Idade Média tinham regras tão rigorosas, neuróticas e restritivas quanto a tudo, mas também em relação à comida e à bebida... — preocupados que eram com o pecado da gula..., que, segundo se cria, abriria espaço para a lascívia, e assim por diante... —, que, depois de um tempo, não suportaram sua própria pressão de culto às regras..., e, assim, criaram dentro do ambiente do Monastério, num recanto meio projetado para fora da arquitetura original do lugar, um apêndice ao qual se tinha acesso de dentro do próprio “prédio sagrado”, e que era chamado de MISERICORDIUM...
Ora, dentro do MISERICORDIUM era uma Zona Franca de tudo o que se relacionava a comida e bebida, de modo que os monges entravam no MISERICORDIUM magros e danados de apetite carnal amplificado pela proibição como adicional de desejo compulsivo... [Pobre MISERICORDIUM!...]... e de lá saiam gordos e bêbados...
O MISERICORDIUM era o mundo sob o manto da Graça, da Misericórdia...
Seria o lugar do descanso das regras... Seria um ambiente de refugio... Mas não era.
De Fato o MISERICORDIUM era o lugar dos EXCESSOS.
ENTRETANTO, na religião, ninguém chamaria o lugar pelo seu próprio nome, que deveria ser BACANORIUM e não MISERICORDIUM.
Aliás, na religião nada corresponde a nada...
Primeiro porque não deveria haver Monastérios, ou seja: prédios sagrados para gente sagrada... Nesse sentido, toda “igreja-prédio” é um Monastério..., e é vista e sentida do mesmo modo... É Sal dentro do Saleiro..., e não no chão da terra e do mundo.
Segundo porque não deveria haver regras depois que foi decretado que todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm, todas as coisas são lícitas, mas nem todas edificam... E isto com o chamado para que se viva buscando o que convém e edifica. E ponto.
Terceiro porque é obvio que excessos geram excessos opostos, sempre. Portanto, o impor de regras excessivamente restritivas é o mesmo que criar pecados e taras.
Quarto porque não se tem que criar nenhum MISERICORDIUM..., a fim de que se não viva em nenhum BACANORIUM... Sim, pois a misericórdia usada como desculpa para o excesso, sempre criará o BACANORIUM.
Veja o fenômeno em operação...
Ora, a fim de se fugir do “mundo” se cria o Monastério. No Monastério, a fim de se fugir do “pecado”, regras são geradas... Só que com as regras vêm as tentações... Então, a fim de que se não peque no LUGAR SANTO, no Monastério, na “igreja-prédio”[que é psicologicamente um lugar anti-mundo], cria-se o MISERICORDIUM, que é um mundo coberto pela Graça como Concessão ao mundo do qual no inicio se fugia..., sim..., mundo em razão do qual o Monastério fora criado, regras foram estabelecidas a fim de coibir as tentações da carne e do mundo...; e, como o mundo não se foi em razão do aumento das tentações para o nível da tara e da compulsão, a fim de que não se traga “o mundo” para o Lugar Santo, o Monastério, cria-se o que para eles era um BACANORIUM, só que ungido como MISERICORDIUM.
Assim surge o CRENTORIUM...
No fim o que tem importância é o prédio, é o Monastério, é a “igreja - edifício - consagrado”... E em segundo lugar vem o corpo de fiéis, que é o CRENTORIUM.
O que se crê quando assim se faz?...
Ora, a crença é que o mundo não mora perto do prédio de Deus... Que o mundo não é gente... Que o mundo não é o coração... Não! A crença é que o mundo é um lugar... Por isto é que se pode apelar para o BACANORIUM como MISERICORDIUM... Afinal, é um apêndice do Monastério, longe fisicamente do “mundo-geográfico”, e ungido com um nome da Graça: MISERICORDIUM...
Tem muita gente pensando que o “Caminho da Graça” é um MISERICORDIUM no anexo do Monastério, da “igreja-prédio” ou da “igreja-instituição”...
Ora, esses vêm..., entram...; alguns ficam...; outros se vão...; outros vão e vêm...; outros “elaboram” suas próprias idéias e criam suas próprias fantasias sobre tudo...; e, assim, vão às reuniões para se “purificarem” [Ó! Como são pagãos!...] e saem “purificados” do MISERICORDIUM direto para o BACANORIUM...
O pior é que fazem isto enquanto a firmam que estão LIVRES...
Livres de quê? — indago.
De fato, espiritual e psicologicamente estão ainda no mesmo “Monastério”..., só que no anexo santificado para consumo mundano, o GRAÇORIUM...; ou, como no tempo antigo, no MISERICORDIUM...; ou, no dizer da verdade, no BACANORIUM.
Quando a mentalidade de “monastério” — que é a mentalidade da “igreja-prédio” ou da “igreja-instituição-representante-de-Deus-no-mundo”, que, ironicamente..., é também uma colônia de exilados do encontro humano..., e que dizem loucamente que são essenciais ao mundo e à vida da qual fogem... — é a mentalidade prevalente...; e ela pode se fazer presente mesmo quando a pessoa pensa que já está no anexo, no MISERICORDIUM..., então a Graça vira GRAÇORIUM...
Sim, tanto quanto o Monastério era um mundo de Luxo Alienado..., do mesmo modo o MISERICORDIUM nada mais era do que um grande BACANORIUM.
Quem lê o meu site e já leu o meu livro Sem Barganhas com Deus..., esse entendeu de modo simples e claro tudo o que eu disse... Mas quem não leu o livro e não lê o site... esse apenas pensará que entendeu... Embora, de fato, terá até algumas pistas...
Tome as providencias que achar necessárias...
Afinal, Deus como que nos diz...:
MISERICÓRDIA QUERO!... NÃO BACANORIUM!...

Nele, que nunca chamou mundo ao chão do planeta, mas apenas à produção do coração humano contra a vida e contra o amor,

Caio
14 de setembro de 2009
Lago Norte
Brasília
DF
http://www.caiofabio.com/

ALGUMAS PLANTAS QUE DEUS NÃO PLANTOU

Jesus condenou de maneira clara e taxativa a tradição, quando se pretende colocá-la no lugar da Palavra de Deus, não deixando nenhuma dúvida a este respeito. Ele disse: Porque transgredis o mandamento de Deus pela vossa tradição? (S. Mateus 15:3).
Assim Ele se dirigiu aos que, deixando os límpidos preceitos de Deus cavam para si cisternas ro tas: E assim invalidastes pela vossa tradição, o mandamento de Deus. Este povo honra-Me com os lábios, mas o seu coração está longe de Mim (ver sos 6 e 8).
Perdem o seu tempo aqueles que pensam em substituir pela própria sabedoria ou vontade o que Deus determinou: Mas em vão Me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens (verso 9). Não ficará impune a afronta co metida contra a Palavra de Deus.
Eis o que Jesus declarou: Toda a planta, que Meu Pai Celestial não plantou, será arrancada (verso 13). No entanto as plantas que a igreja de Roma e o poder apóstata que a dirige têm plantado constituem o que as Escrituras chamam de o cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua prostituição (Apocalipse 17:4). Dentre estas plantas que serão em breve arrancadas, podem ser destacadas algumas invenções católico-romanas:
Começo da exaltação de Maria, a quem foi atribuído o título de Mãe de Deus no Concílio de Éfeso, em 431;
A doutrina do purgatório, estabelecida pelo papa Gregório I, Magno, em 593 e que depois foi proclamada como dogma pelo Concílio de Flo rença, em 1.439, com a finalidade de arrecadar dinheiro com a venda das indulgências;
Orações dirigidas a Maria, aos mortos e aos anjos, no ano 600, pelo mesmo papa;
Imposição do Latim como idioma obrigatório nas celebrações de cultos e orações, no mesmo ano e pelo mesmo papa;
Imposição do costume de se beijar os pés dos papas, estabelecido pelo papa Constantino, no ano de 709. O Imperador Justiniano II participou deste costume, ajoelhando-se em adoração aos pés do papa;
Culto às imagens, à cruz e às relíquias, estabelecido pelo Concílio de Nicéia, em 787, reunido pela Imperatriz Irene e presidido pelos legados romanos, sob os auspícios do papa Adriano I;
Canonização de santos mortos pela primeira vez, pelo papa João XV, em 995, quando foi por decreto papal elevado ao céu e à bem-aventurança o bispo de Augusta, Ulrico. A partir de então os papas pretendem ocupar o lugar de Deus no julgamento dos mortos, santificando-os e autorizando que lhes seja prestado o culto e a veneração que são devidos apenas a Deus;
Celibato ou proibição de casamento para sacerdotes, decretado por Gregório VII, em 1.079;
Instituição do rosário, orações mecânicas com contas, inventada em 1.090, por Pedro, o Ermitão;
Inquisição, instituída em 1.184 pelo concílio de Verona, para perseguir e combater os hereges;
Instituição das indulgências, a pretexto de se conseguir fundos para as Cruzadas, em 1.190;
Transubstanciação, doutrina pela qual o sacerdote romano tem o poder de transformar o pão no corpo real de Jesus Cristo. Instituída pelo temido e despótico papa Inocêncio III, em 1.215, no 4° Concílio de Latrão;
Confissão auricular dos pecados ao sacerdote romano, em vez de confessar a Deus, instituída pelo mesmo papa, na mesma ocasião. O papa João Paulo II reiterou, recentemente, esta condição para que o pecador possa ser perdoado. Segundo ele, enganam-se os que se dirigem diretamente a Deus.
Proibição da Bíblia aos leigos, quando foi ela colocada no índice dos livros proibidos, em 1.229 pelo Concílio de Valença;
A Tradição, declarada de igual autoridade que a Bíblia, pelo Concílio de Trento, em 1.545, como forma de combater a Reforma Protestante, que se baseava unicamente na Bíblia;
Livros Apócrifos acrescentados à Bíblia em 1.546, pelo mesmo Concílio, com o mesmo objetivo;
Imaculada Conceição da Virgem Maria, ou seja, seu nascimento isento do pecado original, em oposição à afirmação bíblica, proclamada pelo papa Pio IX, em 1.854;
Publicação do Syllabus, ou sílabo de erros, pelo papa Pio IX e ratificado pelo Concílio Vaticano, em 1.864, condenando a liberdade de culto, de consciência, de pregação, de imprensa, e os descobrimentos científicos que são desaprovados pela igreja de Roma, sustentando ainda a autoridade temporal do papa sobre todos os governantes civis;
Infalibilidade do papa em matéria de fé e de moral, em todos os tempos, proclamada pelo Concílio Vaticano, em 1.870;
Condenação das escolas públicas pelo papa Pio XI, em 1.930;
Assunção da Virgem Maria (ascensão corporal ao Céu, pouco depois de sua morte), proclamada pelo papa Pio XII, em 1.950;
Maria, proclamada Mãe da Igreja, pelo papa Paulo VI, em 1.965;
Teoria da Evolução, segundo Charles Darwin, desmentindo a Bíblia Sagrada, aceita pela Igreja Católica, conforme declaração do papa João Paulo II, em outubro de 1.996. Fonte: www.oevangelhoeterno.com.br

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

REPÚBLICA TCHECA CANCELA CONTRATO COM A BAXTER

http://www.theflucase.com/

http://www.youtube.com/watch?v=n7RvS2IPVSQ


CLIQUE NOS LINKS ACIMA

A República Tcheca cancelou seu contrato com o laboratório Baxter para fornecer a vacina para a "gripe suína" porque a Baxter não foi capaz de garantir que a vacina seria segura.Também, Baxter se recusou a pagar compensacão em caso de danos às pessoas que tomassem a vacina, levando a suspensão das conversacões entre o governo tcheco e a companhia, de acordo com o site tcheco ČeskéNoviny.cz."Praga: A firma farmacêutica Baxter que produz a vacina contra a "gripe suína" em sua filial tcheca não irá fornecer a vacina para a República Tcheca em caso de pandemia", disse a representante da empresa Jana Cechova à rede CTK hoje.No plano original de pandêmia, a República Tcheca iria comprar vacinas para 60% da populacão, enquanto o plano atualizado envolve vacinas para 25 porcento e anti-virais Tamiflu e Relenza para o mesmo percentual."O contrato para entre da vacina A(H1N1) entre a Baxter e a República Tcheca nao foi concluído", afirmou Cechova.O website tn.cz publicou que a ministro de saúde da República Tcheca explicou que suspendeu as conversacões com a Baxter por esta não poder garantir que a vacina será segura e que irá assumir os riscos por possíveis efeitos adversos."É uma pena, mas, infelizmente, no momento em que aceitamos as propostas, Baxter não pode confirmar se iria entregar uma vacina registrada", disse a Ministro da Saúde Dana Juraskova.Pouco mais de 60 tchecos contrairam a "gripe suína", mas nenhuma fatalidade foi registrada.O laboratório tcheco BioTest descobriu a contaminacão de material de vacinas com o vírus da gripe aviária pela Baxter em 6 de fevereiro de 2009, depois de um técnico do laboratório testou o material em ferrets (um tipo de animal) que morreram em seguida, em um incidente que quase provocou uma pnademia global.
A polícia austríaca está agora investigando como 72 kilos do material da vacina poderia ter sido contaminado com o vírus vivo que foi fornecido pela OMS à Baxter em Orth an der Donau, e então enviado para 16 laboratórios em quatro países europeus.Poucas semanas após este "incidente" em abril, a "gripe suína" misteriosamente apareceu perto das instalacões da Baxter no Novo México.Enquanto setembro se aproxima, a República Tcheca e mais 194 países ao redor do mundo estão enfrentando a perspectiva de vacinação forçada em massa após a OMS ter declarado uma pandemia de nível 6.Como resultado desta declaracão, a OMS adquiriu poderes sem precedentes para determinar que atividades os governos irão proceder em relacão a esta chamada "pandemia. Pode-se até mesmo executar vacinacão forcada, impor quarentenas e restringir viagens de acordo com a Regulamentacao Internacional de Saúde de 2005. De acordo com esta regulamentacão, a OMS tem o direito de assumir o controle das dos servicos de seguranca e saúde em um evento de uma pandemia emergencial.A OMS se recusa a publicar as minutas desta reunião chave de 7 de Julho, causando o temor que estes laboratórios influenciaram em sua decisão de recomendar vacinacão em massa.Como demostrado pelos dois memorando (memorando1, memorando2) da OMS de 1972 achados por Patrick Jordan que podem ser vistos no site da Dr. Rebecca Carley, http://www.drcarley.com/, a vacina da "gripe suína" recomendada pela OMS usa uma nova tecnologia para matar em tr6es prolongados estagios:1) O primeiro estágio fecha o sistema imunológico com toxóides2) O segundo injeta uma grande dose do vídus no corpo, um vírus que o corpo não pode lutar contra porque o sistema imunológico foi desligado.3) O terceiro liga o sistema de célular T do corpo, que são os químicos no corpo que deveriam destruir o vírusA ativação maciça de células T em um corpo infiltrado com vírus provoca uma enorme resposta inflamatória ou uma citocina tempestade de citocina.De acordo com a Dr. Carlyle, expor toda a populacão mundial aos riscos associados com esta, uma das mais perigosas vacinas já produzida, e quando a ameaca a sua saúde pela gripe suína é minima, é uma coisa que não pode ser justificada por motivos de saúde ou quaisquer outros.De acordo com a jornalista Jane Burguemeister, a recusa do laboratório Baxter de oferecer à República Tcheca garantias de seguranca da vacina irá aumentar o medo de que Baxter e outros laboratórios de vacinas tens estado desenvolvendo e irão agora implementar um programa mortal de guerra biológica contra a populacão com a ajuda da OMS, ONU e União Européia.
Nota: ČeskéNoviny.cz. (traduzido para notícias tchecas) é um dos principais sites de notícias da Republica Tcheca.

domingo, 13 de setembro de 2009

OBAMA E A AGENDA DA MORTE


OBAMA DEFENDE OPÇÃO PÚBLICA EM FAVOR DO SISTEMA DE SAÚDE


A reforma da saúde desatou uma intensa batalha política e Obama admitiu que talvez tenha passado mensagens ambíguas, que deram margens aos opositores à reforma. Assim, respondeu às críticas dizendo que é ridícula a ideia de que "queremos impor 'tribunais da morte' (para decidir quem pode ou que não pode ser atendido), que é falsa a "ideia de que esta reforma é destinada a dar seguro-saúde aos imigrantes ilegais, assim como a noção mais ampla de um controle governamental sobre o sistema de saúde".
Obama anunciou que apresentará um plano bem mais detalhado e pretende evitar a qualquer preço que a reforma da saúde aumente o déficit orçamentário, afirmando que "se acrescentar um centavo ao déficit, ele mesmo não apoiará o projeto".
Nas últimas semanas, a popularidade de Obama recuou, em um momento em que os republicanos conseguiram desviar o foco do debate, advertindo que o presidente quer criar um sistema "socialista", que não permitirá aos americanos escolher livremente seus médicos.
"Impulso" ao acordo
A presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, disse na terça-feira que o presidente norte-americano, Barack Obama, usará o discurso sobre a reforma do sistema de saúde para dar novo impulso a um acordo legislativo sobre o tema.
"Acho que a clareza dessa mensagem vai nos fazer caminhar muito para resolver quaisquer diferenças na Câmara dos Deputados", disse Pelosi em uma entrevista coletiva na véspera do discurso de Obama ao congresso desta quarta-feira.
Pelosi disse que continua comprometida com a ideia de um seguro saúde universal para competir com seguradoras privadas, o que assustou os republicanos e alguns democratas centristas.
Mas ela disse que 85% dos democratas do congresso concordam com a proposta e que as diferenças irão se reduzir. "Fazemos uma distinção entre aqueles que querem obstruir o debate e aqueles que têm preocupações legítimas."
Pelosi disse anteriormente que "há muito trabalho a fazer" para alcançar uma reforma no sistema de saúde norte-americano.
Depois de uma reunião com Obama, ela afirmou que a reforma na saúde "será feita de uma maneira fiscalmente saudável."
O líder da maioria do Senado, Harry Reid, disse que os democratas tentarão aprovar o plano de reforma da saúde sem os republicanos apenas se não houver alternativa.

APOSTASIA?

abaixo está um inciso de um tópico da apóstila Visão Profética, de autoria do irmão John Walker, um dos fundadores do Ministério Impacto




ESPIRITISMO é Quando a igreja primitiva perdeu o contato vivo com Deus, ela se tornou a Igreja Falsa. Espíritos falsos e enganadores entraram e permearam todos os aspectos da igreja. Toda a massa foi levedada com espiritismo. Falsos profetas se levantaram na igreja. A Idolatria foi instituída. O que está atrás dos ídolos? Espíritos falsos. A imagem em si não tem poder mas o espírito qu está atrás dela é quem age e opera sinais, curas, etc. Os gregos sabiam deste princípio e iam a oráculos para receberem direção para suas vidas. Lá os espíritos realmente falavam com eles. Junto com a idolatria veio a imoralidade. Isto é natural pois é o resultado de ouvir e cultuar espíritos imundos. Outras coisas que surgiram como resultado da atuação de outros espíritos foram: heresias, misticismo (falso contato com os céus - aos invés de entrar em contato com Deus, havia comunicação com outros espíritos), ascetismo, culto aos santos, e Mariolatria. Catolicismo tem muito espiritismo até hoje. Ex: As revelações de Bernadette de Lourdes sobre a imaculada conceição de Maria, e as visões de três crianças de "Nossa Senhora de Fátima". Mas será que isto acontece só na Igreja Católica? Absolutamente. Ela é a primeira denominação, mas a última denominação (Pentecostalismo) também tem espiritismo: revelações, profecias e curas falsas, imoralidade e heresias. As outras denominações também tem espiritismo. Alguns anos atrás li sobre um bispo episcopal que afirmava ter conversado com seu filho que estava morto! Não só ele, mas muitos intelectuais daquela mesma denominação procuravam contato com o mundo espiritual. A característica mais importante deste quarto elemento é o seu alcance. Ele consegue permear e infiltrar todos os outros. Ele tem um poder mais extensivo do que os outros. Está sempre atrás de outro fator. Todo grupo ou igreja que se abre para racionalismo ou legalismo e abandona a revelação de Jesus como Filho de Deus, está se abrindo para a operação de espíritos enganadores. O espiritismo entra e permeia qualquer cultura que se desvia da verdade. Se cremos na verdade (revelada a nós pela palavra viva de Deus) recebemos o Espírito da verdade. Mas desviarmos da verdade e acreditarmos no erro recebemos os espíritos do erro, espíritos enganadores. Portanto, quando a igreja perdeu a revelação viva de Jesus, a doutrina apostólica, a visão profética, e colocou em seu lugar os elementos humanos de legalismo, racionalismo e institucionalismo, o Espírito Santo saiu e outros espíritos começaram a atuar. Leia estas passagens para entender mais sobre este assunto: I Jo 4:1-3; 2Pe 2:1-3; 1 Co 12:1-3; 1 Tm 4:1. Nosso propósito em estudar tudo isto é enteder como a igreja perdeu a glória de Deus, onde ela está hoje e como ela poderá voltar a ter uma Glória até maior do que a primeira. Não devemos ter uma atitude de apontar o dedo para os erros de outros grupos ou igrejas. Precisamos entender que todos nós estamos nesta situação errada e interceder para que a visão profética e a palavra viva sejam restauradas em nossos dias. “...haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos” (2 Timóteo 4.3).

sábado, 12 de setembro de 2009

DE QUEM É A PRIMEIRA MENTIRA: DE DEUS OU DE SATANÁZ?

O mundo inteiro está unido numa crença que é tema comum de todas as religiões do mundo ou de “quase” todas as religiões do mundo, hoje. Católicos, protestantes, espíritas, muçulmanos, judeus, budistas, hinduístas, todos acreditam que o homem é imortal, ou que ele tenha uma alma imortal. É importante notar-se que hoje esta expressão se mistura e se confunde com a palavra “espírito”, que para muitos tem o mesmo significado, o que não é verdade.
Para começar é necessária a compreensão do óbvio: qual o significado das palavras “alma” e “imortal”. A primeira tem muitos significados, mesmo figurativos, que na presente explanação deixarão de ser considerados. Vamos buscar o seu significado que ora interessa, ou seja, na questão religiosa. Para isto a melhor e mais confiável fonte é a Bíblia Sagrada.
Quando apareceu pela primeira vez nas Escrituras Sagradas a palavra alma? É interessante salientar que nessa mesma ocasião apareceu simultaneamente a palavra “espírito” e que por esta mesma razão as duas palavras não podem significar a mesma coisa, são diferentes, uma da outra.
Ao preparar nos quatro primeiro dias da criação o ambiente para receber os seres vivos aqui na terra Deus afirmou que o que fizera era bom. No quinto e sexto dias da criação, sempre pelo poder de Sua palavra, Deus fez surgir os animais. E todos eles, à exceção do homem foram criados pelo poder de Sua palavra. E todos os animais, répteis, aves, animais marinhos, gado, foram dotados de ALMA VIVENTE.
Somente o homem foi criado de maneira diferente, não pelo poder de Sua palavra, mas por sua ação direta. Está escrito: “E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme à nossa semelhança.; e domine sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. E criou Deus o homem à Sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou.” (Gênesis 1:26 e 27).
Ao sujeitar toda a criação ao domínio do homem Deus lhes deu o tipo de alimentação: “E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dá semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto de árvore que dá semente, ser-vos-á para mantimento. E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus, e a todo o réptil da terra, em que há ALMA VIVENTE, toda a erva verde será para mantimento. E assim foi” (Versos 29 e 30).
Se toda a criação surgiu pelo poder da palavra de Deus, como foi criado o homem? A palavra sagrada é claríssima: “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito ALMA VIVENTE”. O Divino Escultor moldou do pó da terra tendo como molde ou modelo a Si próprio a criatura prestes a receber vida, completamente acabada como um computador com todos os seus programas, faltando apenas ser ligado à energia. E era somente a energia vital que faltava para insuflar-lhe a vida. E ao assoprar-lhe o fôlego da vida, ou O ESPÍRITO, como é traduzido em todos os idiomas, em todas as línguas, vivas ou mortas, Deus fez do homem uma ALMA VIVENTE.
O homem, portanto, NÃO POSSUI uma ALMA ou ALMA VIVENTE. Ele É uma ALMA ou ALMA VIVENTE, assim como todos os animais. Por mais insólito, desconcertante ou chocante que possa parecer é a verdade bíblica clara, direta, indiscutível. Portanto, a escultura sem vida, o corpo inanimado quando recebeu o sopro vital ou o espírito de vida, transformou-se numa alma vivente.
Está, portanto, explicado o significado da palavra alma. Ela é um corpo dotado de vida, ou de fôlego, ou de espírito. Tanto é verdade que quando o homem morre, diz-se que ele “expirou”. E o que ocorre, então? Eis a resposta: “O pó volta à terra, como o era, e o espírito volta a Deus, que o deu” (Eclesiastes 12:7). É como uma lâmpada. Quando está ligada à energia está acesa, viva. Quando desligada, apaga e a energia volta à fonte energética, vital ou a usina que a gerou.
E a palavra ETERNA, o que significa? Perene, perpétua, imarcescível, sem fim. Ora, voltando para nossa fonte da verdade, a Bíblia Sagrada, o que ela afirma a este respeito? Possui o homem ou algum ser a imortalidade? A resposta também é clara, direta, não pode ser discutida, sob pena de lançarem-se dúvidas à Palavra de Deus. Ela afirma categoricamente quem possui a imortalidade: “O único poderoso Senhor, Rei dos reis e Senhor dos senhores; AQUELE QUE TEM, ELE SÓ, A IMORTALIDADE, e habita na luz inacessível...” (I Timóteo 6:15 e 16).
Deus afirma, solenemente, por meio de Sua Palavra: "Eis que todas as almas são minhas; como a alma do pai, também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá" (Ezequiel 18:4). Qual é o significado dessa afirmação tão direta?
Então cabe a pergunta: criou Deus o homem para descer à sepultura, para morrer ou para viver eternamente? A resposta também é clara e está no contexto de todo o plano do resgate do homem ao poder da morte, ou do plano da redenção. Deus criou o homem, como um ser inteligente, livre e feliz, para viver eternamente. Mas a sua vida eterna era condicionada à obediência. Se obedecesse à determinação clara e expressa do Criador, viveria. Se desobedecesse, morreria. Ele desobedeceu e por isso conheceu a morte. Está aqui a grande questão levantada no próprio título deste estudo, sobre quem é o grande mentiroso, se é Deus, ou se é Satanás, pois esta questão começou no Éden.
O santo par, ao ser colocado no seu lar edênico e perfeito, gozando de completa felicidade e íntima comunhão com o Seu Criador, foi por Ele abençoado: “Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre todo animal que se move sobre a terra”. (Gênesis 1:28). Não se pode determinar o tempo de paz, alegria, amor e liberdade que durou a sua vida naquele jardim especialmente preparado por Deus para eles. A vida a eles outorgada deveria ser eterna, mas sob uma condição: A OBEDIÊNCIA. Tudo lhes era permitido, sua liberdade era total. Somente uma restrição lhes foi imposta.
“E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; PORQUE NO DIA EM QUE DELA COMERES, CERTAMENTE MORRERÁS” (Gênesis 2:16 e 17).
Tempos depois Satanás, travestido como o primeiro médium da história numa serpente, aproveitou-se do descuido da mãe de nossa espécie e do alto da árvore proibida colheu e comia do seu fruto. Perplexa pelo inusitado acontecimento, mais surpreendida ficou quando ouviu a serpente “falar”. “E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim? E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, NEM NELE TOCAREIS, para que não morrais” (Gênesis 3:1 a 3).
Satanás sentiu a sua oportunidade ao ver que a mulher havia mudado, acrescentado alguma coisa à determinação dada por Deus. O Senhor não proibira que SE TOCASSE no fruto daquela árvore. A proibição era de o COMER. Zombando do seu temor fez ver a ela que comendo do fruto ele não morrera, pelo contrário obtivera o dom da fala e muitos outros dons que Deus lhes havia negado. Colocando em sua mão o fruto insistiu com ela para o comer, argumentando que havia nele tocado e que não morrera. “Então a serpente disse à mulher: CERTAMENTE NÃO MORREREIS” (Gênesis 3:4).
Estas duas afirmações desde então ecoam aos ouvidos da humanidade. Seis milênios se passaram. O homem perdeu o direito à vida eterna, privado do fruto da árvore da vida, expulso do Éden, condenado à morte. Ora, o que é a morte? É a ausência da vida. A sepultura, o esquecimento, a perda do inestimável dom da vida. Mas Deus amava aquele casal de tal maneira que resolveu morrer em seu lugar, pagando o preço da desobediência, para que a Sua justiça eterna não fosse pisada. Era a manifestação da graça. Para que não permanecesse para sempre na sepultura Ele viria como homem para viver a vida perfeita que Sua eterna Lei requer e pela Sua morte dar novamente o direito a que o homem voltasse a viver, no dia da ressurreição futura.
Na plenitude dos tempos Jesus veio, viveu, morreu, ressuscitou e subiu aos Céus. E prometeu que voltará para cumprir o plano da redenção do homem. Dar a ele novamente o dom da vida, como ela era quando lhe foi doada, eliminado o pecado e os seus efeitos. Exterminado Satanás, o grande mentiroso e enganador e todos aqueles que se decidiram a segui-lo em lugar de escolher ao Redentor, o homem voltará ao primeiro domínio, numa terra renovada, livre do pecado, da corrupção, dos sofrimentos e da morte que estará para sempre vencida.
Jesus afirmou: “Eu sou o que vivo e fui morto, mas aqui estou vivo para todo o sempre. E tenho as chaves da morte e da sepultura “(Apocalipse 1:18). “Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá” (João 11:25).
Jesus é a verdade. Ele disse, enfaticamente: “Eu sou o caminho, e a VERDADE, e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João 14:6). Ele disse, mais: “O diabo não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é MENTIROSO, e PAI DA MENTIRA” (João 8:44).
O dogma da imortalidade inerente da alma afronta ao Criador e à Sua palavra. Os homens, renegando as verdades anunciados pelos profetas e apóstolos hebreus e pelo próprio Deus feito homem, preferem acreditar em filósofos gregos, babilônios e persas, que herdaram das mais antigas civilizações rebeldes esta falsa doutrina, que tomou conta de todo o mundo. Foi por sua causa que se criou a crença num purgatório de sofrimentos que Jesus não conseguiu expiar e a condenação num inferno eterno de sofrimentos monstruosos e inconcebíveis.
Foi por ele que se originaram os deuses pagãos e os “santos” católicos. É por ele que multidões se aglomeram em igrejas e sinagogas, não agradecidos pela redenção conquistada por um Pai infinitamente amoroso, mas constrangidos pelo temor do castigo de um ser malévolo ao qual, honestamente não podem amar.
É ele a causa e origem das crenças espiritualistas e do espiritismo moderno, que dispensa a graça e o sacrifício expiatório de Jesus, negando-O como Deus e Salvador e relegando-o à condição de maior espírito de luz criado e nosso mestre e ensinador, jamais nosso Salvador, pois que cada um tem que purgar e pagar por suas culpas pelo mal aqui praticado. Pela reencarnação é negado o ensinamento da ressurreição. A Bíblia Sagrada é colocada de lado como obsoleta, desnecessária e inútil.
Resta a pergunta: Deus afirmou uma coisa e Satanás atrevidamente afirmou o contrário. Um dos dois mentiu. Responda sinceramente, do fundo de sua alma: prá você, quem é o mentiroso? Fonte: http://www.oevangelhoeterno.com.br/

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

O ATENTADO TERRORISTA DE 11 DE SETEMBRO E O LIVRO DO PROFETA DANIEL, SERÁ COINCIDÊNCIA?

No dia 11 de setembro de 2001, um dos maiores atentados terroristas atinge a população norte-americana. O World Trade Center, considerado o maior prédio do mundo durante 1972 e 1973 e ícone da economia mundial é ironicamente derrubado em dois ataques terroristas liderados por Mohamed Atta. O fato acontecido é relatado na bíblia, uma coleção de 73 livros de conteúdo religioso. Analisaremos agora como o “11 de setembro” é narrado pelo profeta Daniel séculos antes de sua concretização. O texto se encontra nos registros do “Livro de Daniel” no capítulo 8. Veja:¹No ano terceiro do reinado do Rei Belsazar apareceu-me uma visão, a mim, Daniel, depois daquela que me apareceu no princípio. ²E na visão que tive, parecia-me que eu estava na cidadela de Susã, na província de Elão; e conforme a visão, eu estava junto ao rio Ulai. (seria o rio Hudson?) ³Levantei os olhos, e olhei, e eis que estava em pé diante do rio um carneiro, que tinha dois chifres (torres gêmeas?); e os dois chifres eram altos; mas um era mais alto do que o outro, e o mais alto subiu por último (seriam mais descrições das torres gêmeas?). 4Vi que o carneiro dava marrados para o ocidente, e para o norte e para o sul; e nenhum dos animais lhe podia resistir, nem havia quem pudesse livrar-se do seu poder; ele, porém fazia conforme a sua vontade e se engrandecia. (seria os Estados Unidos?) 5E, estando eu considerando, eis que um bode vinha do ocidente sobre a face de toda a terra, mas sem tocar no chão (seria um avião?); e aquele bode tinha um chifre notável entre os olhos.(seria a ponta do avião?) 6E dirigiu-se ao carneiro; que tinha os dois chifres,(seriam as torres gêmeas?) o qual eu tinha visto em pé diante do rio,(seria o rio Hudson?)e correu contra ele no furor da sua força. 7Vi-o chegar perto do carneiro; e, movido de cólera contra ele, o feriu, e lhe quebrou os dois chifres;(seriam as torres gêmeas?) não havia forca no carneiro para lhe resistir, e o bode lançou por terra, e o pisou aos pés; também não havia quem pudesse livrar o carneiro do seu poder. 8 O bode, pois, se engrandeceu sobremaneira,(seria o Hamas e os terroristas muçulmanos?) e estando ele forte, aquele grande chifre foi quebrado,e no seu lugar outros quatro também notáveis nasceram para os quatro ventos do céu. 9Ainda de um deles saiu um chifre pequeno, o qual cresceu muito para o sul, e para o oriente, e para a terra formosa;10e se engrandeceu até o exército do céu, e lançou por terra algumas das estrelas desse exército,e as pisou. 11Sim, ele se engrandeceu até o príncipe do exército; e lhe tirou o holocausto contínuo, e o lugar do seu santuário foi deitado abaixo. 12E o exército lhe foi entregue, juntamente com o holocausto contínuo por causa da transgressão; lançou a verdade por terra; e fez o que era do seu agrado,e prosperou.13 Depois ouvi um santo que falava:Até quando durará a visão relativamente ao holocausto contínuo e à transgressão assoladora, e à entrega do santuário e do exército, para serem pisados? 14Ele me respondeu: Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; então o santuário será purificado. 15Havendo eu, Daniel, tido a visão, procurei entendê-la, e eis que se me apresentou como que uma semelhando de homem. 16E ouvi uma voz de homem entre as margens do Ulai a qual gritou e disse: Gabriel, faze que este homem entenda a visão. 17Veio, pois, perto de onde eu estava,e vindo ele, fiquei amedrontado, e caí com o rosto em terra. Mas ele me disse: Entende, filho do homem, pos esta visão se refere ao tempo do fim. 18Ora, enquanto ele falava comigo, caí num profundo sono, com o rosto em terra; ele porém, me tocou, e me pôs em pé19e disse: Eis que te farei saber o que de acontecer no último tempo da ira; pois isso pertence ao tempo do fim. (Os grifos são meus!)

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

O MISTERIOSO LIVRO DO APOCALIPSE OU REVELAÇÃO DO SENHOR JESUS CRISTO

O Apocalipse, o último livro da Bíblia Sagrada, é para alguns o livro da REVELAÇÃO. Para a maioria é um livro obscuro, confuso e sem nexo em sua simbologia aparentemente incompreensível. Algumas coisas de importância vital devem ser lembradas: A primeira é que Deus somente revela Sua Palavra, Seus estatutos e os seus juízos, ou seja, os Seus segredos, a Israel. Ninguém mais os pode conhecer (Salmos 147: 19 e 20). A segunda: Israel, depois da cruz, não são os descendentes de Abraão pela carne ou pelo sangue, mas os que o são pela fé (Gálatas 3:7). A terceira: o Deus Eterno não faz cousa alguma sem antes revelar o seu segredo aos Seus servos, os profetas (Amós 3:7). Quarta: nenhuma profecia é de particular interpretação e todas elas foram dadas por Deus (II Pedro 1:20 e 21). E, por fim, muitos que hoje se dizem judeus (de coração), não o são, mas pertencem à sinagoga de Satanás. O verdadeiro Israel de Deus está plenamente identificado no sagrado livro: são os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus (Apocalipse 2:9 e 14:12). Fonte: http://www.oevangelhoeterno.com.br/

domingo, 6 de setembro de 2009

O PRÉ-TRIBULACIONISMO


O PRÉ-TRIBULACIONISMO

Escrito pelo Evangelista Josué Marcionilo dos Santos (Presbiteriano)


Segundo os dispensacionalistas , existe o princípio de que os santos não passariam pela tribulação. Segundo eles, Jesus virá não só uma vez mas duas vezes, primeiro para arrebatar a Igreja, e sete anos depois, para estabelecer o Milênio. Quando Jesus voltar para arrebatar a Igreja “secretamente” , ocorrerá, segundo os dispensacionalistas , a primeira ressurreição. Os verdadeiros crentes, ainda em vida, serão momentaneamente transformados e, juntamente com os ressuscitados, todos eles, então com corpos incorruptíveis serão arrebatados para se encontrar com cristo, escapando assim da grande tribulação.

Que os crentes não passarão pela grande tribulação é um princípio lógico, segundo os dispensacionalistas , já que quando Deus resolveu destruir Sodoma e Gomorra pelo fogo, livrou o justo Ló; quando Ele quis destruir o mundo com o dilúvio, livrou Noé e sua família; quando o Senhor permitir a atuação cruel do anticristo, Ele livrará a Sua Igreja. Cristo referiu-se a este evento em seu sermão profético em Mt 24:37-42.

Arrebatados, os santos ficarão nalgum lugar não definido, com Jesus por sete anos, quando então ocorrerão, segundo eles, o juízo das obras dos salvos e as bodas do Cordeiro. Durante os últimos três anos e meio, no qual o anticristo estaria exercendo seu poder na terra (Dn 9:27 e Ap 13:5), a Igreja arrebatada estaria com o Senhor, passando pelo Tribunal de Cristo, onde haveria o julgamento das obras dos salvos ( Mt 25:14-23; Lc 19:2-20; I Co 3:11-15; Rm 14:10; II Co 5:10) e, ocorrerá também A CEIA DAS BODAS DO CORDEIRO.

UMA ANÁLISE CRITICA

A – O Arrebatamento Secreto.

Embora os dispensacionalistas ensinem que o arrebatamento dos vivos transformados será secreto, os textos que eles citam em apoio a esse arrebatamento nada parece acontecer em secreto, mas sim num momento extremamente ruidoso e alarmante: “porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens ao encontro do Senhor nos ares e assim estaremos para sempre com o Senhor” ( I Ts 4:14-17). E ainda I Co 15:52; “Num momento, num abrir e fechar dos olhos, ao som da última trombeta soará, e os mortos serão ressuscitados incorruptíveis, e nós seremos transformados” .

A passagem em Mateus 24:40-41 “Então dois estarão no campo, um será tomado, e deixado o outro, duas estarão trabalhando num moinho, uma será tomada, e deixada a outra” não contém nada que indique um arrebatamento secreto.

O fato é que não há nenhuma referência bíblica que apóie o arrebatamento secreto dos dispensacionalistas e nem uma volta secreta de Cristo Jesus. O Novo Testamento ensina que a volta de Jesus será pública e notória. A Escritura não nos deixa em dúvida quanto a visibilidade da volta do Senhor (Mt 24:30; 26:64; Mc 13:26; Lc 21:27; At 1:11; Hb 9:28; Ap 1:7).

Embora se use II Pedro 3:10 para apoiar uma vinda secreta de Cristo, o texto nos diz que o que virá como ladrão é o dia do Senhor e, não Cristo: “Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas”. Jesus usou a metáfora como ladrão para indicar o caráter inesperado do evento e não secreto.

B – O Arrebatamento da Igreja

Embora o argumento de que Deus livrou Ló quando destruiu Sodoma e Gomorra e livrou Noé e sua família no dilúvio pareça estabelecer o principio lógico de que Deus livrará seu povo da grande tribulação, encontramos dificuldade de aceitá-lo porque tal argumento propõe que ambos os fatos ilustra que Deus sempre livrará seu povo do sofrimento. Se fosse assim, então o que dizer dos quatrocentos anos de servidão e tribulação que o povo de Deus passou no Egito, e quanto aos sofrimentos e os martírios dos profetas no Velho Testamento. Como ignorar a tribulação que a Igreja primitiva passou sob a perseguição de Nero e Domiciano? Naqueles dias a aflição dos eleitos foi tamanha que Deus deu o livro de Apocalipse à Igreja para lhe transmitir conforto e encorajamento, e assegura-lhe que Ele vê as lágrimas do Seu povo (Ap 7:17;21:4).

À fiel Esmirna Ele dizia: “Conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rica) não temas as coisas que tens de sofrer. Eis que o diabo está para lançar em prisão alguns de entre vós, para serdes postos à prova, e tereis tribulação de dez dias”. Porém acrescenta: “Sé fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida” (Ap 2:9a-10).

Alguém pode objetar em relação ao livramento físico dos crentes durante a grande tribulação que temos em Mateus 24:40 e 47 uma referência clara a este evento. Temos mesmo? Vejamos o que realmente diz o texto Sagrado. Os discípulos mostravam a Jesus o Templo majestoso e então Cristo disse-lhes que não ficaria pedra sobre pedra que não fosse derribada (Mt 24:2). Referia-se a destruição do templo no ano 70. No ano de 66 dC, terroristas judeus mataram os soldados romanos em Massada e prepararam-se para uma forte defesa. O dirigente do templo em Jerusalém pôs paradeiro às ofertas diárias para o bem-estar do Imperador. Foi confiada a Vespasiano a tarefa de subjugar a revolta judaica, que por sua vez, após um cerco que durou seis meses a fio, deixou que seu filho Tito comandasse o ataque final. No ano 70 dC Jerusalém foi destruída, o templo de Herodes foi totalmente queimado e seu mobiliário sagrado transportado para Roma.

Os discípulos no Monte das Oliveiras haviam perguntado quando se dariam estes acontecimentos, e quando seria a vinda de Jesus, quais os sinais, quando seria a consumação dos séculos. São dois assuntos: A destruição de templo e os sinais da sua vinda e da consumação dos séculos.

A resposta é mesclada das duas coisas ao mesmo tempo. Jesus usa a mesma forma dos profetas do V.T. citando geograficamente a Judéia e a Palestina, para referir ao mundo que Ele conhecia, ou seja, ao citar a tribulação relativa aos Judeus e à Palestina, não queria referir-se somente aos judeus. No sermão profético a tribulação é um sinal que deve ser esperado por seu povo antes da sua vinda: “Então sereis atribulados e vos matarão. Sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome ...” (Mt 24:9). Mas não diz que será um período imediatamente anterior a sua vinda. Veja outras declarações de Jesus: Mt 5:10-12; Jo 15:20; 16:38. É pois um sinal dos tempos continuado ou repetido.

Mas há uma tribulação final que Cristo refere no seu sermão: “Porque nesse tempo haverá grande tribulação como desde o princípio do mundo não tem havido nem haverá jamais. Não tivesse aqueles dias sidos abreviados ninguém seria salvo; mas por causa dos escolhidos, tais dias serão abreviados” (Mt 24:21-22). Aqui Jesus se refere a uma tribulação além daquela vista na destruição de Jerusalém, apesar de falar desta destruição veja que ele usa palavras como; “não tem havido nem haverá jamais” e continua dizendo: “Naqueles dias o sol escurecerá, a lua não dará sua luz, as estrelas cairão do firmamento e os poderes do céu serão abalados. Então aparecerá no céu o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu com poder e grande glória” (Mt24:29-30) . Portanto Jesus está tratando da grande tribulação que ocorrerá “antes da sua volta”.

Outra coisa que devemos notar é que todos passarão por este período; judeus e gentios, desde que não há em Cristo distinção entre eles, pois como explicaríamos esta expressão de Jesus: “... Mas por causa dos escolhidos tais dias serão abreviados” ?

Então o que temos em Mateus 24:37-42 não é por hipótese alguma um arrebatamento antes da tribulação, mas o que Jesus quis deixar claro é que não há meios de predizer os eventos precisos que precederão o fim do século e a vinda final do Filho do Homem, pois esses eventos serão tão imprevisíveis e inesperados como a vinda do dilúvio nos dias de Noé, ou o arrombamento de uma casa feito por um ladrão. Os homens e as mulheres estarão envolvidos em suas ocupações habituais, cultivando campos, moendo cereal nos moinhos, comendo, bebendo e dando-se em casamento quando num momento que eles menos esperam o Filho do Homem virá. O propósito era ensinar a seus discípulos que eles precisavam estar preparados para o inesperado. Portanto, Mateus 24:37-42 não é uma referência ao arrebatamento Pré-Tribulacionista.

Uma vez que não encontramos qualquer apoio Bíblico para a crença Pré-Tribulacionista devemos nos perguntar de onde surgiu então esta idéia. Surgiu no século XIX entre 1800 e 1882 em uma conferência profética na Igreja de Edward Irving (Pastor expulso da Igreja Presbiteriana) quando uma “irmã” teria tido uma visão de um arrebatamento secreto. John Nelson Darby um membro dos chamados Irmãos de Plymouth aceitou a suposta visão como sendo a voz do Espírito Santo. Outros a rejeitaram e por isso houve uma grande divisão entre os Irmãos Plymouth. Darby visitou os EUA por seis vezes para expor seus pensamentos envolvendo a muitos e difundido suas idéias, Porém o maior impacto na divulgação do Pré-Tribulacionalism o foi com Scofield (1843-1927) com sua Bíblia de referência que foi largamente distribuída e aceita pelos meios conservadores “fundamentalistas” e pelos leigos, como auxílio ao estudo da Palavra de Deus. Portanto a doutrina Pré-Tribulacionista não veio da revelação bíblica, por isso não podemos aceitá-la como verdade. Fonte http://www.apologiajudaica.blogspot.com/

sábado, 5 de setembro de 2009

O DIABO DE DENTRO

Há pouco escrevi um texto sobre o diabo para fora, no enfrentamento dele na existência e nas muitas dissimulações dessa criatura malévola e sedutora.
Veja: O DIABO EXISTE… VOCÊ TEM DÚVIDA?...
Minha mulher, no entanto, chegou aqui e leu o texto, e disse: “Agora tem de mostrar o diabo de dentro”.
Nada disse, mas vi que ela tinha mais do que razão.
Assim decidi escrever o que de mais simples vejo em Jesus sobre o discernimento do diabo de dentro...
Sim, pois um é o diabo que se combate fora; outro é o que se combate dentro!

Sim, dentro; dentro de nós...

Ora, o diabo de dentro é construído pela nossa adesão à natureza do diabo, que é ódio, mentira, sedução, dissimulação, manipulação, ganância, inveja, soberba, e culto a si mesmo.

Quem odeia, se ira e irado permanece, amargura-se e amargurado fica, antipatiza e se tem por certo na manutenção da antipatia gratuita, e quem ama apenas por conveniência e interesse — esse vai se tornar um ser-diabo.

Quem mente, e se alegra em mudar o caminho dos outros pelo engano, que maquina como afirmação de inteligência e poder, que se deleita com o poder do engano e da dissimulação — esse vai se tornar um ser-diabo.

Quem seduz e ludibria pelo prazer de ver o engano e a desilusão no próximo, que usa a boa fé sem piedade, que come e joga fora, que se serve do próximo como um peão tolo no Xadrez do Engano — esse vai se tornar um ser-diabo.

Quem cobiça com a avidez da ganância e da insaciabilidade, quem não se contenta nunca, quem usa de todos os meios para atingir seus fins, quem se alimenta da própria volúpia como nutriente existencial, e que não vê em qualquer limite uma benção, mas apenas uma maldição — esse vai se tornar um ser diabo.

Quem inveja... e existe para buscar tomar, possuir ou substituir um outro, quem faz da vida uma competição de superação do próximo, quem não se alegra com seu próprio ser, mas só se vê nas coisas que possua — esse vai se tornar um ser-diabo.

Quem não vê nada e ninguém acima de si mesmo, que não teme a Deus, não reverencia a vida e não aceita a existência e a experiência de outros — esse vai se tornar um ser-diabo.

Quem não se arrepende..., quem não pede perdão e não perdoa..., quem nunca admite o erro puro e simples e sem explicação..., quem jamais considera silenciar mesmo tendo razão..., e, sobretudo, quem foge de amar... — esse vai se tornar um ser-diabo.

Sim, especialmente se confessar-se cristão!...

Resista o diabo em você mesmo e ele fugirá de seu ser!

Mais importante, todavia, é saber que somente se resiste ao diabo quando decidimos em nós mesmos nos submetermos à potente mão de Deus, pois, Ele, a Seu tempo, nos exaltará em toda forma de livramento.

Ora, isto não é um advento, nem um evento, nem um dia..., mas um modo de ser e de vigiar, e, sobretudo, deve se tornar o sondar constante do nosso coração.

Somente assim cresceremos na consciência e no fato de que o Príncipe desse mundo nada tem em nós.


Em Jesus, que me ensina a vencer o diabo que quer ser eu em mim,


Caio
6 de setembro de 2009
Lago Norte
Brasília
DF

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

QUEM DIRIA, O ''IDE'' DE JESUS VIROU LEI PELA SEGUNDA VEZ

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta quinta-feira o projeto de lei que institui o Dia Nacional da Marcha para Jesus. A comemoração ocorrerá sempre no primeiro sábado contados 60 dias após o domingo de Páscoa. O evento teve origem em Londres e hoje ocorre em diversos países. A organização cabe a igrejas evangélicas, mas a intenção é atrair diversas denominações religiosas como objetivo de promover a manifestação pública da fé cristã. O projeto de lei foi apresentado pelo senador Marcelo Crivella (PRB-RJ). Informações da Agência Brasil. O Grifo é meu: ''A autoridade suprema de Cristo sobre a Igreja é um fato, daí segui-lo é uma Lei, mas quanto a Constantino que no ano 300 tornou a Igreja Cristã como religião oficial do Império Romano, e agora Lula criando o Projeto de Lei marcha para Jesus é algo questionável'', daqui a pouco os politicos desejarão governar as Igrejas e fazer delas trampolim politico, e isto não está longe de acontecer em todo o mundo''

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

75% DOS CATÓLICOS SÃO CONTRÁRIOS AO ACORDO DO GOVERNO DO BRASIL COM O VATICANO

Pesquisa do instituto Ibope feita a pedido da organização não governamental Católicas pelo Direito de Decidir aponta que 75% dos católicos entrevistados discordam ou pelo menos têm restrições a um acordo fechado com apenas uma religião. O levantamento foi realizado para tratar do acordo bilateral assinado entre o governo brasileiro e o Vaticano, que agora tramita no Congresso.

Aprovada na semana passada pela Comissão de Relações Exteriores da Câmara, a proposta tem 20 artigos que criam um estatuto jurídico e dão direitos à Igreja Católica no Brasil. Entre outros pontos regulamenta a forma do ensino religioso nas escolas públicas, prevê que o casamento oficiado pela igreja, caso siga também as exigências do direito civil, tenha valor jurídico e estabelece que o Estado brasileiro vai ajudar a preservar os bens móveis e imóveis, como igrejas e obras de arte

A pesquisa do Ibope, no entanto, mostra que a proposta de dar privilégios a uma única religião desagrada à maior parte dos entrevistados, mesmo aqueles que poderiam, em tese, ter seu credo beneficiado. Entre os católicos, 44% acreditam que um acordo bilateral não deveria existir porque o Estado brasileiro não tem religião oficial. Outros 31% acham que aprovar um acordo desse tipo desrespeita as demais religiões.

O porcentual sobe quando as perguntas são feitas a pessoas de outra fé, como os evangélicos. Mas é maior ainda entre aqueles que se dizem agnósticos, ateus ou de religiões com menos expressão no Brasil, como espíritas e budistas. Entre esses, 82% reprovam o acordo.

"É um acordo totalmente inadequado e absolutamente na contramão do processo histórico. A cultura brasileira é de enorme tolerância religiosa. Dar privilégios a uma única religião vai contra a Constituição", diz Maria José Rosado, coordenadora da ONG Católicas pelo Direito de Decidir.

Para a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), não há privilégios no acordo - a não ser pelo fato de que a religião católica é um Estado e, como tal, pode assinar um acordo bilateral com o governo brasileiro, o que não acontece com outras religiões. "A concessão de privilégios é uma mentira. Tudo o que está no acordo está na legislação brasileira. Se não agrada, então é preciso mudar a lei", diz dom Orani João Tempesta, presidente da comissão episcopal pastoral de educação, comunicação e cultura e arcebispo do Rio.

Já o Conselho Interdenominacional de Ministros Evangélicos do Brasil (Cimeb), que divulgou nesta terça-feira (25) uma nota na imprensa, vê o acordo como discriminação às outras religiões. "O Estado é laico, não pode privilegiar ninguém. Eu não quero privilégios para os evangélicos, mas não pode um Estado teocrático fazer um acordo desses com um Estado democrático", afirma o pastor Silas Malafaia, vice-presidente do Cimeb.

O texto terá de passar pelas comissões de Educação, Trabalho e Constituição e Justiça, antes de ir ao plenário. Depois, o mesmo processo se repete no Senado. Fonte: www.bemparana.com.br e www.institutojetro.com.br