terça-feira, 1 de dezembro de 2009

CONTINUA A TENSÃO NO MONTE DO TEMPLO


Muçulmanos que continuam acusando Israel de "pôr em risco" a Mesquita de Al-Aqsa são na realidade os responsáveis pela provocação diária das forças de segurança de Israel na região do Monte do Templo.

Parece que a última rodada de violência que ocorreu há algumas semanas atrás não foi suficiente para que ambos os lados chegassem a conclusão de que a violência não compensa.

Durante esta manhã um grupo de jovens palestinos, moradores de Jerusalém Oriental que estavam participando das rezas muçulmanas matinais, após a rezas começaram a atirar pedras contra os policiais de Israel que ficam na região afim de garantir a segurança de todos, imediatamente, a polícia entrou em ação com bombas de gás lacrimogênico e realizou a prisão de 13 jovens que estavam participando da ação.

Imediatamente, as forças de segurança fecharam o Monte do Templo para todos os visitantes afim de evitar outros tipos de confrontos. Durante anos os muçulmanos vem acusando Israel de estar "escavando" na região do Monte do Templo, quando na realidade foram os árabes que não somente escavaram, como também construíram uma nova e grande mesquita na região onde ficava localizado os estábulos de Salomão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário