domingo, 22 de novembro de 2009

É ISSO AÍ! GAYS SE CASAM EM IGREJA EVANGÉLICA NO RIO DE JANEIRO, E AINDA POR CIMA OS DOIS SÃO PASTORES EVANGÉLICOS.

Os fundadores de uma das maiores igrejas evangélicas do Brasil que aceitam o homossexualismo fizeram hoje uma cerimônia para oficializar a relação. Como o casamento gay ainda não é permitido no país, os pastores assinaram um contrato de união estável.

Cerca de 300 convidados celebram a união entre os dois homens na zona norte do Rio. Marcos Gladstone e Fábio Inácio são fundadores da Igreja Contemporânea Cristã, criada para abrigar fiéis rejeitados pela maioria das religiões.

Fundada há três anos, a igreja já tem filiais em outros dois estados e reúne cerca de 500 fiéis. Os cultos e as crenças são parecidas com os das igrejas evangélicas tradicionais. O sexo, por exemplo, só é permitido em uma relação estável.

Logo após as celebrações, Marcos e Fábio seguiriam para a lua de mel na Bahia. Na volta, eles devem inaugurar mais duas igrejas. Ao assumir e defender a homossexualidade, os pastores despertaram a fúria de muitos evangélicos: todos os dias, chegam dezenas de mensagens com ofensas e ameaças. Fonte: Rede Bandeirantes de Televisão.

2 comentários:

  1. Que Deus nos defenda desse site cheio de julgamento, viu!

    Nunca vi tanta intolerância.. e ainda dizem que seguem as palavras de Jesus!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel Schmudt, se você me conhecesse pessoalmente teria a certeza que não sou intolerante e nem preconceituoso em relação à opção sexual de ninguém, tanto é que publiquei a sua crítica, se eu fosse preconceituoso eu não teria publicado, eu simplesmente publiquei uma matéria da Rede Bandeirantes de Televisão. Eu sempre fui favorável à união estável de casais do mesmo sexo para resguardar direitos legais que só eram atribuídos a casais tradicionais, ou seja, homem e mulher. A questão é que sou pastor evangélico e mesmo sendo favorável a vocês em questões de direitos aqui da terra, sei muito bem o que Deus pensa a respeito disso, sendo assim tomei a liberdade de ter uma linha de raciocínio em relação a tantos amigos e amigas homossexuais que tenho que são gente boas demais as quais eu amo muito. Sendo assim defendo vocês em relação aos vossos direitos constitucionais terrenos mas tenho que me subordinar aos Estatutos de Deus, portanto vocês nunca ouvirão esse humilde pastor condenar opções sexuais de ninguém, porque meu querido só Deus poderá nos julgar, e no Reino de Deus só entrará quem Ele quiser. Que o Eterno Deus o abençoe muito e nos perdoe se de alguma forma os ofendemos.

      Excluir